Manaus, 28 de maio de 2024
×
Manaus, 28 de maio de 2024

Coluna AM1

Enquanto Amom corre atrás do lixo, David continua liderando pesquisas

Confira a coluna de política do Portal Amazonas1 publicada nesta terça-feira (17) e assinada pelo jornalista e editor-chefe Isac Sharlon.

Enquanto Amom corre atrás do lixo, David continua liderando pesquisas

Enquanto Amom corre atrás do caminhão de lixo, David ainda lidera pesquisas

Liderança

Em mais uma pesquisa divulgada com os nomes dos pré-candidatos a prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) continua na liderança, com 29,3% das intenções de votos, seguido dos adversários: Amom Mandel (Cidadania), Alberto Neto (PL), Roberto Cidade (União Brasil) e Marcelo Ramos (PT). O estudo da Paraná Pesquisas é o primeiro divulgado com Marcelo sendo o nome do PT na disputa pela Prefeitura de Manaus.

Artimanhas

Amom tem usado de todas as artimanhas para estar nos holofotes da mídia. Mas essa busca não tem agradado a muitos, sejam eles rivais ou apoiadores. Nas redes sociais do parlamentar há comentários de todo tipo, mas ele insiste em dizer que a mídia é paga para falar mal dele. Não é melhor assumir de vez que está apostando em gastar toda a munição para tentar ultrapassar o principal rival, David Almeida, nas pesquisas de intenções de voto, porém algumas ações precisam ser repensadas para não dar tiros no próprio pé?

Falta amadurecer

Ex-vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos disse, nesta quarta-feira (17), que Amom não está maduro o suficiente para comandar uma cidade como Manaus. Marcelo até reconhece que o jovem político pode ser prefeito, mas o momento não é o de agora. O pré-candidato a prefeito pelo PT ainda avalia que o rival não está sendo claro e, por isso, Amom já foi cobrado pelos eleitores por estar “em cima do muro” quando o assunto é o governo do presidente Lula.

Baixa atuação

Por ser jovem demais, Amom tenta passar ao público uma imagem de defensor da população. Mas será que, de fato, ele já sentiu na pele os problemas do povo? Alguém aí já viu Amom usando o transporte público para ir à faculdade? Se Amom quer tanto administrar Manaus, porque não ficou vereador por quatro anos para, então, se candidatar a prefeito? Pelo visto, o forte do jovem não é fiscalizar, pois o papel do vereador é o de fiscalizar o Executivo municipal. Ao contrário disso, Amom preferiu abandonar a “Casa do povo” para se refugiar em Brasília, onde se mantém em cima do muro sobre pautas que envolvem o governo do PT.

Influenciado

Para o secretário municipal de Limpeza Pública, Sabá Reis, Amom tem sido influenciado por velhos amigos do ex-governador Amazonino Mendes. Na lista de influenciadores estaria, inclusive, um ex-marqueteiro conhecido por não conseguir eleger os últimos candidatos para os quais trabalhou nas campanhas nos últimos pleitos. O posicionamento de Sabá ocorre depois do episódio em que Amom e voluntários despejaram aproximadamente seis toneladas de lixo em frente ao Aterro Sanitário, no último sábado (13).

Polêmicas

A polêmica do lixo não é a primeira este ano envolvendo o deputado federal. Antes de lançar sua pré-candidatura a prefeito pelo Cidadania, Amom Mandel e uma abordagem de policiais da Rocam virou caso de polícia. O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Vinicius, chegou a afirmar que o deputado tentava criar uma cortina de fumaça, enquanto o próprio Amom rebateu afirmando que estava sendo ameaçado.

Visita

A direita amazonense terá um forte arma contra à esquerda no próximo mês. Bolsonaro estará na capital, nos dias 3 e 4 de maio, em agenda organizada pelo Partido Liberal (PL). A visita do ex-presidente à capital bolsonarista, ao qual ele chama de “capital do Brasil”, será preciosa para dar um gás na campanha do pré-candidato a prefeito de Manaus pelo PL, Capitão Alberto Neto, que aparece distante nas pesquisas.

Desistiu?

O cenário para Alberto é bem diferente ao de quatro anos atrás (2020), quando ele brigava com Coronel Menezes pelo apoio do então presidente na época, Bolsonaro, que não veio a Manaus e apoiou discretamente o rival de Alberto Neto naquela eleição. Nesta quarta-feira (17), o capitão desmentiu boatos de uma possível desistência da pré-candidatura e afirmou que vai ser eleito prefeito.

Articulações

Nesta quarta-feira (17), circulou, nos bastidores da política amazonense, rumores sobre uma possível aproximação do União Brasil (UB) e Partido Liberal (PL) em Manaus. Para que isso ocorra, Alberto seria vice na chapa do UB, encabeçada por Roberto Cidade. Em contrapartida, como prêmio caso a chapa fosse vitoriosa nas urnas, cairia no colo de Alberto Neto o cargo de secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e para Alfredo Nascimento restaria a tão sonhada e esperada cadeira em Brasília como deputado federal suplente.

Copa do Brasil

Em busca do seu primeiro título na Copa do Brasil, o Amazonas FC tem pela frente um rival de peso que acumula quatro taças na competição: o Flamengo. O jogo de ida da onça-pintada, pela terceira fase da competição, será no Maracanã, no Rio de Janeiro, e a volta em Manaus, nos dias 1º e 22 de maio, respectivamente.

Leia mais no Portal Amazonas1

FALE CONOSCO

Isac Sharlon (editor-chefe)

(92) 99169-4681

Fale com o comercial

Rudson Peixoto (diretor-geral)

(92) 99425-5668

Faça parte da nossa Lista de Transmissão e receba as principais notícias no seu WhatsApp.

Clique no link https://l1nk.dev/adPJI