MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Eram três dias sem nada pra comer’, revela Ruivinha de Marte

A cantora disse que sua renda não era suficiente para o sustento familiar e muitas vezes teve que escolher em pagar a faculdade ou comer
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 16 de agosto de 2021 – 11:33
'Eram três dias sem nada pra comer', revela Ruivinha de Marte
Foto: Reprodução / Instagram

MANAUS, AM – Após comemorar o sucesso na web e transformar a vida da família, Ruivinha de Marte revelou que ela e os parentes passavam três dias sem nada para comer em casa. Determinada em mudar o cenário familiar, ela se dedicou em fazer vídeos para a internet, e hoje já acumula milhões de seguidores nas redes sociais.

A amazonense explicou que mesmo no início, quando passou a ter visibilidade, o dinheiro das publicidades não eram o suficiente para sustentar a família. “Quando eu fazia estágio, a gente passava por uma necessidade muito grande. Eram dois ou três dias seguidos sem nada para comer. Quando recebia, comprava comida e pagava metade da minha faculdade [de jornalismo] atrasado. Mesmo assim, investi o salário num celular bom para gravar vídeos”, disse em entrevista à Quem.

A cantora ainda disse que tinha medo de falar sobre a situação da família nas redes sociais, por ter receio de afirmarem que ela estaria se vitimizando. “Nunca era o suficiente. Tinha dia que eu recebia, e outros em que não tinha nada. No começo, quando não tinha muitos seguidores, meu valor não era tão alto”, explicou.

Leia mais: Vídeo de Ruivinha de Marte é compartilhado por Snoop Dogg

https://twitter.com/ruivinhademarte/status/1381770412552564736?s=20

Fazendo vídeos de humor, ela declarou que o que as pessoas viam na internet era uma tentativa de ajudar a família em casa. “Por trás do que as pessoas viam, tinha eu gravando vídeo sem comer nada”, disse. Ela ainda contou que tinha medo de pedir ajuda e em troca receber ódio.

Quando começou a fazer uma renda mais estável, Ruivinha explicou que o dinheiro que ganhava nunca ficava somente para ela. A amazonense afirmou que o pai perdeu o emprego e ninguém na casa trabalhava e, mesmo com todas as dificuldades, não desistiu do sonho de ser influencer.

“Tinha que escolher entre pagar minha faculdade e comer. Eram várias coisas para resolver para não desistir do sonho de ser influencer. Meu pai saiu do emprego, e ninguém em casa trabalhava. Contratei minha irmã para trabalhar comigo e ser minha assessora. O dinheiro nunca vinha 100% para mim. Eu ganhava de R$ 100 a R$ 300 por “publi”. Recebia geralmente semana sim, semana não. Dei minha vida para investir em algo que soube que daria certo no futuro”, contou.

Leia mais: ‘Absurdo’, diz Luísa Sonza sobre boatos de que traiu Whindersson Nunes

Porém, mesmo com a fama, as críticas começaram a surgir. Ela relembrou que os comentários sobre a aparência eram constantes e houve um momento que ela chegou a acreditar nas palavras dos haters. Porém, Ruivinha disse que a família precisava dela e tinha que dar o melhor à eles.

“Eu não conseguia enxergar meus talentos. Ficava com medo de expor que eu cantava e desenhava e alguém botar defeito. Estava acostumada a ouvir críticas como ‘ela é feia, olha o corpo dela, magrela, sem peito e sem bunda, sem graça e canta mal’. Eu fui aceitando e tomando isso como verdade. Mas entendi que minha família precisava de mim, e eu tinha que usar o que eu tinha para dar o melhor a eles. E consegui! Com a fama, eu não sou mais insegura sobre minhas habilidades”, revelou.

https://twitter.com/ruivinhademarte/status/1426946143083241478?s=20

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap