‘Estamos à disposição’, diz Menezes sobre ser vice de Wilson e aumenta expectativa do PL

Menezes é pré-candidato ao Senado, mas afirmou que 'tudo poderá acontecer até o dia 5 de agosto'
Gabriela ALves – Portal AM1
Publicado em 26/07/2022 05:00
(Foto: Divulgação)

Manaus – O braço direito do presidente Jair Bolsonaro no Amazonas, Coronel Alfredo Menezes (PL), afirmou nessa segunda-feira (25), que o Partido Liberal (PL) deve fazer aliança com o governador Wilson Lima (UB) para apoiá-lo à reeleição e que há possibilidade de o vice na chapa sair do PL. Até então, a indicação sairia do Avante, do prefeito David Almeida.

Menezes é pré-candidato ao Senado, mas afirmou que “tudo poderá acontecer até o dia 5 de agosto”, data-limite para as convenções partidárias, e que está à disposição da coligação, possivelmente formada pelo União Brasil, Progressistas (PP), PL, Avante, entre outros. A declaração foi dada em entrevista à rádio Band News Difusora.

'Próximo passo', diz Coronel Menezes sobre filiação no PL de Nascimento
Menezes e o presidente estadual do PL, Alfredo Nascimento (Foto: Divulgação)

“Eu me coloco à disposição do partido e também da coligação com relação a isso. Eu tive uma conversa recente com o governador e vi que ele ‘tava’ muito sereno, no seguinte aspecto, o que não é bom para os outros, pode não ser bom para o governador”, afirmou.

Leia mais: Em meio à indefinição sobre vice, David abre espaço para Sabá Reis concorrer à Aleam

Apesar da declaração, o coronel ressaltou que ainda é pré-candidato ao Senado e a competência de formar alianças está sob a responsabilidade do presidente estadual do partido, Alfredo Nascimento.

“Hoje ‘tá’ praticamente numa construção muita avançada para fechamento dessa coalisão que vai ter é o governador Wilson Lima”, completou.

Menezes participou da convenção nacional do PL nesse domingo (24) e disse que conversou também com o presidente do PP, Ciro Nogueira, sobre a coligação. Dias antes, ele também conversou com Wilson Lima.

Leia mais: Pauderney diz que desconhece condição do PL na indicação do vice de Wilson Lima

“Ele tem uma missão. A missão dele é a reeleição. Se ele não for reeleito, nenhum projeto dele, ou um projeto paralelo irá se concretizar, então se a decisão for para que a gente possa seguir por um outro caminho sempre para cima, eu já me coloquei à disposição”, concluiu.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS