MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Estamos acostumados com bobos da corte’, diz Calheiros sobre Hang

O empresário Luciano Hang presta depoimento na CPI da Covid, nesta quarta-feira (29)
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 29 de setembro de 2021 – 12:41
Foto: Reprodução

BRASÍLIA, DF – Antes de iniciar a sessão da CPI da Covid, o relator da Comissão, o senador Renan Calheiros, afirmou que o Brasil está acostumados com “bobos da corte”. A declaração do senador faz referência ao empresário Luciano Hang, que presta depoimento nesta quarta-feira (28).

A fala de Calheiros respondia o questionamento de jornalista sobre um possível tumulto de senadores aliados ao governo federal, que pretendiam defender Hang. Vale lembrar que o empresário é amigo e aliado ao presidente Jair Bolsonaro.

Leia mais: Senador critica vídeo de Luciano Hang algemado: ‘acha que está acima da lei’

“É um depoimento normal como qualquer outro. Ele vai ter que se adequar às regras da CPI. Esse tipo de personagem sempre existiu na história do Brasil. Não é incomum que exista hoje. É uma espécie de bobo da corte que vive da ‘xabuzisse’ eterna para prestar serviços ao poder e ganhar dinheiro”, disse.

Ainda na coletiva, o relator afirmou que o empresário patrocina a propagação de fake news sobre a pandemia, como o uso do tratamento precoce e suspeitar da eficácia das vacinas.

Leia mais: Felipe Neto ganha processo contra Luciano Hang, dono da Havan

“Ele tem envolvimento óbvio nas fake news, nos impulsionamentos, no patrocínio e incentivo à mentira. Ele tem envolvimento óbvio no gabinete paralelo como negacionista que é. Quando houve a oportunidade de ganhar dinheiro vendendo vacinas, ele se entregou a esse negócio ao lado do (empresário) Carlos Wizard e para beneficiar a Precisa”, explicou o relator.

(*) Com informações do Correio Braziliense

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap