EUA registram primeiros casos de varíola dos macacos em crianças

São duas crianças infectadas, sendo que uma delas ainda é uma criança de colo
Da Redação – Portal AM1
Publicado em 25/07/2022 16:47
(Foto: Reprodução)

Os Estados Unidos registraram os primeiros casos de varíola dos macacos em crianças. A informação foi dada pela diretora do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Rochelle Walensky, em entrevista ao jornal Washington Post, na última sexta-feira (22). São duas crianças infectadas, sendo que uma delas ainda é uma criança de colo, em casos não relacionados.

De acordo com o CDC, a contaminação ocorreu dentro de casa, mas as autoridades ainda estão apurando como isso ocorreu. Uma das crianças não mora nos Estados Unidos. Ela e os pais estavam em viagem pela capital Washington. Já a criança de colo mora na Califórnia. As crianças, informou a diretora do CDC ao Washington Post, passam bem e estão sendo submetidas ao tratamento antiviral.

Leia mais: Pesquisa constata efeitos da vacina contra a Covid sobre a menstruação

Nos dois casos, relatou Rochelle, as crianças tiveram contato com homens da comunidade gay. Esse grupo é o mais afetado pela varíola dos macacos e a maior causa de preocupação das organizações de saúde. Inclusive, uma das preocupações da Organização Mundial de Saúde (OMS) é com o estigma que a doença pode provocar em homossexuais do sexo masculino. A entidade, inclusive, já tem pedido ajuda de organizações da sociedade civil, incluindo aquelas com experiência no trabalho com pessoas HIV positivo, para combater a discriminação.

No último sábado (23), o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, declarou que a varíola dos macacos configura emergência de saúde pública de interesse internacional. Ainda que tenha sido uma decisão unânime dentro do comitê de emergência da OMS, o diretor-geral entendeu que já existem elementos suficientes para enquadrar a varíola dos macacos nessa categoria.

(*) Com informações da Agência Brasil

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS