MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

EUA vão liberar entrada de imunizados contra covid-19

Novas regras para entrada de estrangeiros no país começam a valer em novembro; viajantes precisam estar com a imunização contra covid-19 completa
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 20 de setembro de 2021 – 20:44
covid-19
Foto: Agência Brasil

SÃO PAULO, SP – A partir de novembro, os Estados Unidos vão suspender as restrições de viagem para estrangeiros ou cidadãos americanos que pretendem retornar ao país. Com a flexibilização, só poderão entrar no país os estrangeiros que estiverem completamente imunizados contra a covid-19, isto é, que tenham recebido as duas doses ou a vacina de dose única. O comunicado foi divulgado nesta segunda-feira (20), pela Casa Branca.

De acordo com o coordenador de resposta à Covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients, as novas regras terão um cronograma. O objetivo é que agências e companhias aéreas possam se preparar para o retorno à normalidade do transporte de passageiros.

Leia mais: Covid-19: Manaus não registra mortes pela doença em 24 horas

Entre as regras que serão adotadas, além da vacinação completa, estão a exigência do uso de máscaras, o rastreamento de contatos e até mesmo a testagem em massa. Além disso, cidadãos estrangeiros vacinados e americanos que estejam vindo do exterior deverão fazer um teste de covid-19 três dias antes do voo, e apresentar prova do resultado negativo antes do embarque.

Já os americanos não vacinados que desejem retornar ao país estarão sujeitos a regras mais rígidas. Entre elas, estão um teste um dia antes da partida, e um outro teste quando retornarem ao país.

Os EUA estão com as restrições de viagem com origem ou destino no exterior desde janeiro de 2020, ainda no governo de Donald Trump. Na ocasião, o presidente começou por limitar as viagens da China. Em seguida, vieram países da Zona Schengen, como França, Alemanha, Itália e Reino Unido. Brasil, África do Sul e Índia foram adicionados logo depois, e as fronteiras com o Canadá e o México foram fechadas.

(*) Com informações da CNN Brasil.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap