Ex-petista, Heloísa Helena chama PT de partido dos corruptos - Amazonas1
16 de maio de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Ex-petista, Heloísa Helena chama PT de partido dos corruptos

A ex-senadora também afirmou que, após o surgimento de denúncias e escândalos do PT que envolviam os Correios e a Petrobras, muitos filiados da sigla se omitiram e 'traíram a classe'

Ex-petista, Heloísa Helena chama PT de partido dos corruptos
Foto: Reprodução

MANAUS, AM – A ex-senadora da República Heloísa Helena (Rede) acusou a cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) de cometer tráfico de influência, exploração de prestígio e de corrupção ativa e passiva. A ex-parlamentar afirma que foi expulsa do PT porque enfrentou o governo Lula, bem como colidiu com o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

A ex-senadora também afirmou que, após o surgimento de denúncias e escândalos do PT que envolviam os Correios e a Petrobras, muitos filiados da sigla se omitiram e “traíram a classe”.

“Foi por eu ter denunciado esses acordos que a gente acabou saindo. O voto da previdência foi uma desculpa. Quando eles fizeram acordo com a banda podre do PMDB, eu denunciei. E fui para o Conselho de Ética justamente por isso, porque eu não aceitei votar no Sarney, não aceitei a indicação do Henrique Meirelles para o Banco Central, e não aceitei quando o Lula roubou os direitos dos trabalhadores na reforma da previdência”, disse

Leia mais: STF decide futuro político de Lula nesta quarta-feira

Em 1998, nas eleições de outubro, Heloísa Helena foi eleita, pelo Partido dos Trabalhadores, a primeira senadora por Alagoas, com um total de 374.931 votos (55,92% dos votos para a vaga no Senado Federal).

A diferença entre a votação de Heloísa Helena e seu principal opositor foi de 127.579 votos. Até então, ela era tida como petista de carteirinha.

Leia mais: PT, PSOL, Rede e PSB acusam Bolsonaro de tentar golpe e pedem impeachment

Por questões de divergências públicas em torno da política econômica do governo Lula, foi expulsa do partido do PT em dezembro de 2003, junto aos deputados federais João Batista “Babá” e Luciana Genro.

Antes de se filiar à Rede, Heloísa fundou o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e foi candidata à presidência da República pela sigla em 2006, sendo a terceira mais votada, com 6.575.393 votos nominais.

Procurado pela reportagem, o presidente do diretório do PSOL no Amazonas, Jonas Araújo, preferiu não se pronunciar sobre os recentes posicionamentos da fundadora do partido. O PT também não respondeu às acusações.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]