MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Idosos acamados não conseguem agendar 2ª dose da vacina e Semsa é intimada pelo MP

A denúncia foi feita ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que decidiu instaurar um inquérito civil para apurar o caso
Hellen Miranda – Portal AM1
• Publicado em 01 de setembro de 2021 – 14:10
Foto: Márcio Silva/ Portal AM1

MANAUS, AM Na corrida pela imunização contra a covid-19, idosos acamados da capital amazonense relatam dificuldades para agendar a aplicação da segunda dose da vacina através dos contatos disponibilizados pela Prefeitura de Manaus. A denúncia foi feita ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que decidiu instaurar um inquérito civil para apurar o caso.

A informação consta no diário eletrônico do órgão, na edição dessa terça-feira (31), após o promotor de Justiça, Mirtil Fernandes do Vale assinar e tornar público o documento.

Para abrir a investigação, ele considerou a denúncia envolvendo eventuais problemas para agendar o serviço por parte de pessoas acamadas em suas residências em Manaus.

Além disso, o promotor argumenta que a investigação não foi concluída no prazo de 120 dias, conforme estabelecido pelo Conselho Superior do Ministério Público.

“Considerando, ainda, ser necessária realização de mais diligências para a instrução probatória e formação do prévio juízo de cognição por parte do Ministério Público”, justificou em um trecho da publicação.

Além de determinar a investigação da denúncia, o promotor determinou que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) seja oficializada no prazo de 10 dias, para que informe ao MP os dados atualizados sobre a aplicação da segunda dose de imunizantes contra a covid-19 em idosos que não podem se locomover a um posto.

A pasta é comandada por Shádia Fraxe, uma das denunciadas no esquema de fura-fila da vacina, no início deste ano.

O Portal AM1 buscou a assessoria de imprensa da Semsa para questionar se já foi notificada sobre a investigação e da determinação em relação aos dados atualizados da aplicação da segunda dose em idosos acamados.

Também indagou sobre os canais disponibilizados pela prefeitura para o agendamento da vacina contra a covid e possíveis melhorias, conforme relata a denúncia. Todavia, não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Aglomeração

No mesmo dia em que o MP publicou a investigação, o prefeito David Almeida (Avante) causou aglomeração para comemorar a marca de 2 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas na cidade. Além dele, participaram do evento Shádia Fraxe; o secretário de Comunicação, Emerson Quaresma e o vereador Marcelo Serafim (PSB), que é líder da prefeitura na Câmara de Manaus.

Embora a capital amazonense tenha alcançado, de uma forma geral, 2 milhões de vacinados, a marca parcial ainda é baixa. Os 2 milhões correspondem ao número de pessoas vacinadas somente com a primeira dose, o que não significa 100% de imunização, conforme apontam especialistas.

Leia mais: David Almeida causa aglomeração para comemorar 2 milhões de doses aplicadas em Manaus

Já as pessoas vacinadas com as duas doses somam 539.780, de acordo com o vacinômetro da Prefeitura de Manaus. Tal quantidade equivale apenas a 23,9% do total de habitantes em Manaus: 2.255.903. E o número de vacinados de dose única aplicadas é de 25.035.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais:Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap