Jornalista torturada por 3 dias registra ocorrência após receber ligações do celular do agressor

Fred Moreira foi preso no dia 4 de maio e vai responder por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura.
Da Redação – Portal AM1
Publicado em 04/06/2022 15:08
Fotos: Reprodução

A jornalista Ana Luiza Dias, de 37 anos, registrou, nessa quinta-feira (2), uma ocorrência sobre as ligações que recebeu do celular de Fred Henrique Lima Moreira, o namorado que a agrediu por 3 dias e está preso.

O caso foi registrado como coação no curso do processo, já que Fred está preso preventivamente e responde por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura.

“Como não sabemos quem está fazendo essas ligações, é importante para eu me resguardar e a polícia também investigar”, disse Ana.

Ana afirma que recebeu duas ligações do número que tem salvo como sendo do ex-namorado que a agrediu. Segundo ela, a primeira ninguém falava nada, e a segunda, uma voz em tom robótico pedia para ela retirar a queixa.

Leia mais: Elize Matsunaga deixa a cadeia e acredita que marido esquartejado a perdoou: ‘estou muito, muito feliz’

Perguntada se acredita que seja o próprio que esteja ligando, ela diz não saber, mas se lembrar que o telefone ficou no apartamento dele quando foi preso.

Fred está preso e vai a júri popular, a pedido do Ministério Público. Na denúncia oferecida, a Promotoria pediu, e a Justiça aceitou, que o caso fosse tratado em um Tribunal do Júri, já que Moreira praticou crimes considerados hediondos.

O caso

Fred Moreira foi preso no dia 4 de maio e vai responder por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura. Ele agrediu, torturou e manteve presa a namorada, Ana Luiza Dias, em um apartamento em Copacabana.

A polícia encontrou no apartamento um bastão retrátil, um soco inglês e uma réplica de pistola. O suspeito permaneceu calado durante depoimento, segundo a polícia.

Exames constataram que a jornalista teve um traumatismo craniano e fratura na mandíbula. Ela ficou internada até quarta-feira (4).

Ficha criminal extensa

Essa não é a primeira passagem de Fred Henrique pela polícia. Segundo os investigadores, o suspeito já tem ficha por violência doméstica, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e ameaça.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS