US - R$ 4,13

×

Hospitais de Manaus paralisam atividades nesta terça-feira

Principal reivindicação dos funcionários terceirizados é quanto a falta de salários

Manifestação terceirizados da Saúde (Divulgação)

Alegando falta de salários, funcionários terceirizados do Governo do Amazonas que atuam nos hospitais Platão Araújo, 28 de Agosto e Fundação Hospital Adriano Jorge, estão desde às 7h da manhã desta terça-feira, 10, com suas atividades paralisadas. 

Ontem, o Amazonas1 noticiou que a paralisação já estava prevista para acontecer no Hospital Adriano Jorge e questionou a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) quanto a falta de salários e o porquê dos atrasos. Em nota, a Susam informou que o pagamento à empresa Serviços de Saúde da Amazônia (Nurses) será realizado ainda esta semana e ressaltou que os salários e as obrigações trabalhistas de funcionários terceirizados são de responsabilidade da empresa que os contratou.

A principal reivindicação dos trabalhadores é quanto ao atraso de três meses dos salários, que, segundo eles vêm afetando o sustento das famílias.

“Eu sou mãe de família, tenho uma filha e nós dependemos desse emprego. Tenho chorado muito, pois não tenho para onde correr. Muitos profissionais daqui só tem esse emprego para se sustentar e mesmo assim, todos vêm ao trabalho. Já estou com dois meses de salários atrasados e eles só estão pagando o vale-transporte “, lamentou uma técnica de enfermagem que não quis se identificar.

A reportagem entrou em contato, mais uma vez, com a Secretaria de Saúde, que respondeu em nota que as unidades de saúde informaram que, apesar da ausência de parte dos técnicos, houve uma redistribuição de funcionários e o atendimento segue sem prejuízos. 

Faça um comentário