Manaus, 25 de maio de 2024
×
Manaus, 25 de maio de 2024

Cenário

Maria do Carmo Seffair diz que ‘detesta Carnaval’ e depois joga culpa na oposição

A escola de samba Aparecida, tricampeã do Carnaval, repudiou a fala da pré-candidata do Novo a prefeita de Manaus. Após a repercussão negativa, Maria do Carmo Seffair tentou se justificar.

Maria do Carmo Seffair diz que ‘detesta Carnaval’ e depois joga culpa na oposição

(Foto: Ingrid Anne/Manauscult/Reprodução/ redes sociais)

Manaus (AM) – Uma frase polêmica de uma pré-candidata à Prefeitura de Manaus causou incômodo entre as escolas de samba e o meio carnavalesco da capital amazonense. Ao ser questionada sobre suas preferências entre festas juninas e o Carnaval, a reitora da Fametro, Maria do Carmo Seffair (Novo), disparou que “detesta Carnaval”. A declaração gerou indignação por parte das escolas de samba de Manaus.

Veja:

 

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente de Aparecida (GRES), que conquistou o tricampeonato neste ano, foi uma das primeiras agremiações a se manifestar.

Em uma nota divulgada nas redes sociais, a escola de samba enfatizou que o Carnaval vai além de uma simples festa, sendo também uma importante instituição social que integra e fortalece a comunidade onde está inserida.

A declaração da pré-candidata foi interpretada como um preconceito em relação à cultura brasileira e à história do samba na região amazônica, além de demonstrar um descompromisso com o Carnaval de Manaus.

 

 

A pré-candidata e professora também usou suas redes sociais para poder dar explicações sobre a declaração polêmica. No vídeo, Maria do Carmo afirma que reintegra seu compromisso com a cultura local e que sua frase foi tirada de contexto e pretende dar apoio a todas as escolas de samba e resgatar o brilho e o glamour dessa festa, e que essas coisas são “intriga da oposição”.

 

 

LEIA MAIS: