Mercado vê com cautela ‘pacificação’ de Bolsonaro

Mercado financeiro respondeu com alívio às declarações do presidente; dólar fechou em queda de 1,85%, e o Ibovespa subiu 1,66%
Publicado em 10/09/2021 08:10

BRASÍLIA, DF – O mercado financeiro deve acompanhar com atenção por quanto tempo vai durar a “paz” estabelecida com a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quinta-feira (9). A declaração foi dada pelo ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, à CNN Brasil.

Segundo Loyola, a carta do presidente é positiva, porque acena com uma pacificação. “A questão é saber se e quanto tempo isso vai durar, se de fato essa intenção de pacificação do presidente existe e como o relacionamento entre os poderes vai ocorrer daqui para a frente”, afirmou.

Leia mais: Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 7,05% em 2021

Com a declaração de paz do presidente e o auxílio “milagroso” do ex-presidente Michel Temer (MDB), o dólar fechou o dia em queda, recuando 1,85%, fechando a R$ 5,2270. Já o índice Ibovespa subiu 1,66%, com 115.291 pontos.

Investimentos

Gustavo Loyola disse que a movimentação da crise é importante porque define os passos de investidores. Segundo ele, ninguém quer fazer investimentos em um clima de insegurança, principalmente no mercado pós-pandemia.

“Essa turbulência institucional gera insegurança, principalmente entre os investidores de longo prazo. Além disso, o clima de tensão política é muito negativo para atacar problemas de curto prazo do Brasil, como o desemprego e a inflação”, salientou.

(*) Com informações da CNN Brasil.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS