MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Militantes do PCO entram em confronto com PSDB durante manifestação em SP

Tucanos foram agredidos com ovos e pauladas; manifestação contra Jair Bolsonaro em São Paulo terminou com atos de vandalismo
Lucas Rodrigues – Portal AM1
• Publicado em 03 de julho de 2021 – 20:32
Manifestação
Bandeira do PSDB foi queimada durante o ato. Foto: Guilherme Caetano/O Globo/Twitter

SÃO PAULO, SP – Durante manifestação contra o governo Jair Bolsonaro neste sábado (3), em São Paulo (SP), militantes do Partido da Causa Operária (PCO), de extrema esquerda, atacaram militantes do PSDB e do PDT. De acordo com o governo de São Paulo, cerca de cinco mil pessoas participaram do protesto, que aconteceu na avenida Paulista.

A manifestação transcorreu com gritos de ordem, como “Fora, Bolsonaro”, e congregou diversos setores da esquerda e da chamada “terceira via”, além de movimentos liberais, como o Livres, e partidos de centro, como o PSDB. Em determinado momento, por volta das 16h45 (horário de Brasília), militantes do PCO começaram a atacar os psdbistas.

Leia mais: ‘Grande’ protesto contra Bolsonaro tem pouca adesão no RJ

Os militantes do PSDB foram atacados pelos partidários do PCO com ovos e até pauladas. Vídeos das agressões foram divulgados nas redes sociais por jornalistas que faziam a cobertura do ato.

Uma bandeira do PSDB chegou a ser queimada durante o ato. O partido é um dos que, a nível nacional, faz oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No entanto, vários de seus parlamentares na Câmara dos Deputados compõem a base de apoio ao presidente.

O protesto ainda teve atos de vandalismo. Uma agência do banco Santander foi depredada e queimada na rua da Consolação, nas proximidades da esquina com a rua Mateus Aires. As depredações e vandalismos em São Paulo geraram reação da Polícia Militar, que acabou entrando em confronto com os manifestantes.

Já no Rio de Janeiro, também em uma manifestação contra o governo Bolsonaro, integrantes do PCO agrediram psdbistas e até militantes do PDT, partido de Ciro Gomes, um dos pré-candidatos à Presidência nas eleições de 2022. Mariana Cardim, militante cirista, foi xingada por integrantes do PCO, mas não chegou a ser agredida pelos operários.

Acompanhe em tempo real através das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap