MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Movimentos de esquerda em Manaus também vão às ruas neste 7 de setembro

Ato 'Grito dos Excluídos' se unificará com a campanha 'Fora Bolsonaro' em Manaus, no dia 7 de setembro, às 15h, no Centro
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 05 de setembro de 2021 – 20:00
Sete de Setembro também terá manifestação dos movimentos de esquerda em Manaus
'Grito dos Excluídos' em 2018. Foto: Divulgação

Manaus, AM – Além dos três atos que serão realizados pelos movimentos de direita, no dia 7 de setembro em Manaus, também serão realizadas manifestações dos grupos de esquerda na capital amazonense. O ‘Grito dos Excluídos’ ocorrerá às 15h, no Largo do Mestre Chico, no Centro de Manaus.

De acordo com uma das organizadoras do evento, Beatriz Calheiros, o ato é uma união entre o evento ‘Grito dos Excluídos’ – que sucede todo ano com organização das Pastorais Sociais da Arquidiocese de Manaus e a Caritas Arquidiocesana de Manaus – e o movimento ‘Fora Bolsonaro’.

Leia mais: Ex-rivais, David Almeida e Coronel Menezes passeiam na Ponta Negra: ‘cuidando do corpo e da mente’

“O Grito dos Excluídos é um ato junto à campanha do ‘Fora Bolsonaro’, é em comum acordo na defesa daqueles que padecem pela falta de investimentos públicos. Então, o dia 7, no caso da nossa movimentação aqui, no Amazonas, deve acontecer com grande amplitude dos diversos movimentos sociais e de comunidades que existem aqui. Deve ocorrer atos também no interior do estado”, disse Calheiros.

Neste ano, o lema do ‘Grito dos Excluídos’ – que já é realizado há mais de 25 anos – é “Na luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda, já!” e vai protestar contra ações e omissões do governo de Jair Bolsonaro, que prejudicam os menos favorecidos.

De acordo com Beatriz Calheiros, a manifestação não vai ter caminhada e ficará fixa no Largo do Mestre Chico. Além disso, o ato contará com uma brigada de saúde que vai fazer a distribuição de máscaras e álcool em gel aos participantes do evento, além de orientar quanto ao distanciamento social no local.

“A concentração é às 15h, não vai ter caminhada, vai ser fixa no Mestre Chico. A partir das 15h já vai começar, vai ter brigada de saúde para distribuição de máscara e álcool em gel. Vai ser grande mas ao mesmo tempo a orientação é que os vacinados de 1ª e 2ª dose participem majoritariamente, as pessoas que não têm algum tipo de comorbidade, e tem sido reforçado esse apelo de que todos e todas participem usando máscara”, disse.

Atos de direita

O dia sete de setembro, em Manaus, será marcado por diversas manifestações do mesmo lado político: a direita. Isso porque os líderes dos atos não são aliados e não entraram em consenso sobre as manifestações neste dia.

Uma dos eventos será realizado no Complexo Turístico da Ponta Negra, encabeçado por movimentos conservadores e por políticos como Delegado Péricles (PSL), Chico Preto e Romero Reis (Novo). O evento está marcado para iniciar às 15h.

Leia mais: Nova divisão: Silas convoca ato de 7 de setembro na Bola da Suframa

A outra será na Praça do Congresso, no mesmo horário. Esta, por sua vez, é liderada por Coronel Menezes (Patriota), e movimentos ligados ao militar da reserva. No Centro, em vez de uma manifestação, a movimentação será uma “motociata” liderada pelo próprio Menezes.

Além disso, o deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM) também convocou um novo ato de 7 de setembro: desta vez, para a arena do Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA), na Zona Sul de Manaus, com início às 15h.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap