Mais um estudante morre após ataque a tiros em escola da Califórnia

US - R$ 4,13

×

Mais um estudante morre após ataque a tiros em escola da Califórnia

Um segundo estudante morreu após um ataque a tiros em um colégio na Califórnia nesta quinta-feira, 14, que também deixou três feridos

Um segundo estudante morreu após um ataque a tiros em um colégio na Califórnia nesta quinta-feira, 14, que também deixou três feridos. A morte de uma estudante já havia sido confirmada mais cedo pelas autoridades. O ataque ocorreu na escola Saugus, em Santa Clarita, a 48 quilômetros de Los Angeles.

Veja mais: Atentado em escola na Califórnia deixa ao menos seis feridos

Suspeito de atentado em escola na Califórnia é detido

O suspeito pelo ataque foi detido e estaria sendo atendido em um hospital da região. Segundo a CNN, citando fontes policiais, o homem morreu, mas isso não foi confirmado oficialmente.

O porta-voz da Polícia Bob Boese afirmou que ao menos uma arma usada na ação foi recuperada. Um homem asiático usando roupas escuras foi descrito como o suspeito.

A informação sobre a morte da estudante foi confirmada pelo hospital Henry Mayo, onde ela foi atendida. O segundo estudante que morreu havia sido levado para o local em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos. Um terceiro estudante ferido está estável, acrescentou o hospital.

Ainda não está claro se as vítimas foram feridas por arma de fogo ou alguma arma branca, explicou o porta-voz dos bombeiros Christopher Thomas. A motivação do crime também não está esclarecida.

O colégio Saugus e outros da região foram fechados por medida de segurança. Um vídeo aéreo da afiliada da NBC mostrou estudantes com as mãos levantadas sendo escoltados por policiais do prédio e levados para uma igreja próxima, enquanto outros estavam do lado de fora do perímetro, usando seus telefones celulares.

Nos últimos anos, os Estados Unidos foram palco de inúmeros ataques a tiros em instituições educacionais que abalaram a opinião pública e reavivaram o debate sobre posse de armas de fogo no país. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

 

(*) Com informações do Conteúdo Estadão 

Faça um comentário