MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Não é lacrando na internet que resolveremos os problemas’, diz Pacheco

O senador defendeu que a estabilidade e o trabalho são os caminhos para uma recuperação econômica no Brasil
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 02 de outubro de 2021 – 15:58
De olho na presidência, Pacheco comunica saída do DEM para se filiar ao PSD
Foto: Agência Senado

BRASÍLIA, DF – O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, criticou o posicionamento de eleitores nas redes sociais e afirmou que não é dessa maneira que os problemas do Brasil vão sumir. O senador ainda defendeu a “estabilidade” e “trabalho” como caminhos para uma recuperação econômica e avanço de pausas como a reforma do Imposto de Renda.

Em entrevista à Rádio Gaúcha,  o senador comentou sobre a crise institucional entre os Poderes, que foram o ponto alto das manifestações do dia 7 de setembro. Na visão do presidente do Senado, a tensão entre os Poderes está estável desde que o presidente Jair Bolsonaro publicou a declaração à nação.

“Considero que o ponto alto da crise, o ponto de estresse maior foi controlado. Não é ‘lacrando’ nas redes sociais, fazendo discursos intempestivos, gerando instabilidade e crise onde não tem que vamos resolver os problemas. Isso não vai levar o Brasil a lugar nenhum. Estamos precisando de união, respeito, responsabilidade, otimismo e trabalho. Vamos trabalhar que a gente dá conta de resolver os problemas do Brasil”, frisou.

Leia mais: Filiação de Bolsonaro no PP está próxima, segundo dirigentes

Questionado sobre a alta no preço dos combustíveis e o qual seria a solução para o problema, o senador afirmou que a Petrobras precisa pensar em parar de lucrar e agir de uma maneira social.

“A Petrobras não pode ser só uma empresa que pensa em lucro o tempo inteiro e distribuir dinheiro para acionistas. Ela tem que ter um papel social de estabilização do preço dos combustíveis. Estamos em estudo em relação a uma (discussão tributária sobre combustíveis). Vamos buscar uma equação. O ponto mais importante de tudo é a estabilidade. Ter uma estabilidade institucional para alavancar a economia”, explicou.

(*) Com informações do Correio Braziliense

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais:Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap