MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Omar, Randolfe e Renan publicam carta contra Bolsonaro nos EUA: ‘vergonha para o Brasil’

Presidente está nos EUA para participar da 76ª Assembleia-Geral da ONU
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 21 de setembro de 2021 – 15:28
Membros da CPI da Covid-19 criticam Bolsonaro nos EUA: ‘vergonha para o Brasil’
Foto: Sérgio Lima

Brasília, DF – O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), o relator Renan Calheiros (MDB-AL) e o vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP) criticaram a atitude e postura do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em evento na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (21).

Leia mais: ONU: Bolsonaro exalta governo, ataca lockdown e fala de Amazônia em discurso

O presidente está participando da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais cedo, Bolsonaro e a comitiva brasileira apareceram comendo pizza do lado de fora de um restaurante, em razão do presidente ainda não ter se vacinado e não poder frequentar espaços fechados na cidade.

Além disso, nessa segunda-feira (20), manifestantes contra o presidente Bolsonaro estiveram em frente ao hotel em que ele e os ministros que o acompanham estão hospedados e gritaram: “Vermes. Vai, golpista, entreguista. Tá vendendo o Brasil”, conforme vídeos que circulam nas redes sociais.

Leia mais: Bolsonaro e Biden divergem em discursos das Nações Unidas, em Nova York

A reação dos ministros que estavam no veículo foi de revide aos manifestantes e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi um dos que se envolveu na polêmica, fazendo gestos obscenos, mostrando o “dedo do meio” aos manifestantes e os demais faziam símbolo muito usado pelo presidente, o das “arminhas” com os dedos. Carlos França, ministro das Relações Exteriores, fez sinal de arminha.

Na nota de repúdio, os senadores desaprovaram o comportamento ‘negacionista’ de Bolsonaro e o chamaram de ‘péssimo exemplo para o mundo e mais uma vergonha para o Brasil”.

Leia nota na íntegra:

“Transcorridos 147 dias de investigação, a maioria dos integrantes da CPI expressa seu repúdio ao comportamento negacionista continuado do presidente da República. Além de uma das piores conduções no enfrentamento à pandemia no mundo, o presidente, escarnecendo dos quase 600 mil mortos, segue boicotando as orientações da ciência, recusando vacinas e desprezando as medidas como uso de máscaras e distanciamento. Um péssimo exemplo para o mundo e mais uma vergonha para o Brasil”.

Omar Aziz

Randolfe Rodrigues

Renan Calheiros

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap