Manaus, 26 de maio de 2024
×
Manaus, 26 de maio de 2024

Cenário

Pauderney e Shádia estão entre os secretários de David que mais ‘gastaram’ em 2021

Juntas, a Semed, a Semsa e a Semef gastaram do orçamento de 2021, o valor de mais de 4,2 bilhões em pagamentos em geral

Pauderney e Shádia estão entre os secretários de David que mais ‘gastaram’ em 2021

Fotos: Semcom

MANAUS, AM – O prefeito de Manaus, David Almeida, (Avante) passou o ano de 2021 se queixando que não havia tanto dinheiro em caixa para realizar seu trabalho, e seus secretários gastaram até mais que o valor do orçamento, o qual era R$ 6,1 bilhões.

Juntas, todas as pastas municipais utilizaram R$ 6.711.551.555,89 (seis bilhões, setecentos e onze milhões, quinhentos e cinquenta e um mil, quinhentos e cinquenta e cinco reais e oitenta e nove centavos) dos cofres públicos.

O secretário de Almeida que mais gastou em 2021 foi Pauderney Avelino, que comanda a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Os gastos na área da educação somam o valor de R$ 1.730.705.396,88 (um bilhão, setecentos e trinta milhões, setecentos e cinco mil, trezentos e noventa e seis reais e oitenta e oito centavos).

Seguido de Pauderney, vem a secretária de Saúde, Shádia Fraxe, que gastou R$ 1.408.227.065,00 (um bilhão, quatrocentos e oito milhões, duzentos e vinte e sete mil e sessenta e cinco reais).

Leia mais: Ilusão: David não cumpre promessas de campanha e estoura orçamento de R$ 6,1 bilhões

Outro secretário que também gastou mais de um bilhão foi o da Secretária Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), chegando à quantia de R$ 1.103.920.001,10 (um bilhão, cento e três milhões, novecentos e vinte mil, um real e dez centavos).

Juntas, a Semed, a Semsa e a Semef gastaram do orçamento de 2021 o valor de mais de 4,2 bilhões em pagamentos em geral. Para 2022, David Almeida terá mais 7,1 bilhões para gastar em 2022.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

secretários