Manaus, 21 de maio de 2024
×
Manaus, 21 de maio de 2024

Cenário

PCdoB e PV ainda são resistência ao nome de Marcelo Ramos para prefeito

Sem o apoio de Eron (PCdoB) e de Carlinhos Bessa (PC), Marcelo segue sozinho na disputa, mas reconhece que o lugar de Bessa é ao lado do adversário, Roberto Cidade.

PCdoB e PV ainda são resistência ao nome de Marcelo Ramos para prefeito

(Fotos: Reprodução/Redes sociais - @eronbezerra65 /Divulgação/ Câmara dos Deputados/@deputadocarlinhosbes)

Manaus (AM) – O professor e presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Eron Bezerra, não abre mão de sua pré-candidatura a prefeito de Manaus. Nesta terça-feira (29), por exemplo, o outro pré-candidato ao cargo majoritário, ex-deputado federal Marcelo Ramos (PT), compartilhou um story no qual afirma que Eron não cedeu e vai lutar pela vaga no Executivo municipal.

A declaração demonstra que a federação PT, PV e PCdoB ainda não chegou a um consenso sobre a candidatura de um único nome para disputar a Prefeitura de Manaus, já que, por lei, é obrigada a isso.

Ao Portal AM1, nesta terça-feira (30), Marcelo destaca que, apesar de Eron Bezerra não querer abrir mão do sonho de ser prefeito, até a próxima semana, poderá contar com o apoio do PCdoB e precisará chegar às convenções para escolher um candidato.

“A federação é obrigada a ter um candidato só, mas nós não vamos chegar a essa etapa de convenção. Eu e Eron estamos conversando nos próximos dias e, no máximo, na próxima semana, a gente vai ter um candidato só [que seria ele próprio]”, afirma Marcelo.

(Foto: Reprodução/Redes sociais – @marceloramos)

PV apoia o adversário de Marcelo

Outro fato que desestabiliza, até o momento, a federação esquerdista no Amazonas é que o Partido Verde, liderado pelo deputado estadual Carlinhos Bessa, não quer apoiar Marcelo, pois já escolheu seguir com Roberto Cidade, pré-candidato do União Brasil.

Roberto Cidade e Carlinhos Bessa são amigos e presidem a Assembleia Legislativa do Amazonas do Estado do Amazonas (Aleam), sendo presidente e vice-presidente, respectivamente. Dessa forma, a proximidade dos dois é maior, e ao que parece, Bessa está fazendo de tudo para que Cidade seja o futuro prefeito de Manaus. Ele, inclusive, esteve presente em vários eventos políticos para apoiá-lo.

Ao Portal AM1, na semana passada, Carlinhos Bessa afirmou que está pedindo autorização da executiva nacional do PV para que ele possa apoiar Roberto Cidade, e assim, Marcelo Ramos não contaria com o seu apoio. Já nesta terça-feira, Ramos afirmou à reportagem que reconhece que o lugar de Bessa é no grupo político do adversário.

“Eu liguei e falei com ele por telefone. Mas sei as relações que ele tem e entendo que o lugar dele é lá mesmo. Nós teremos uma candidatura independente do governo e da prefeitura, ele é umbilicalmente ligado ao governador. Não teremos problema com isso”, disse.

 

LEIA MAIS: