DEHS faz reconstituição da morte do engenheiro Flávio em Manaus

US - R$ 4,09

×

DEHS faz reconstituição da morte do engenheiro Flávio em Manaus

Delegado diz que a reconstituição pode trazer algo novo para solucionar o caso. O corpo de Flávio foi encontrado no dia 30 de setembro

Engenheiro foi encontrado morto em um terreno baldio. (Reprodução)

Há quase dois meses da morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, de 42 anos, a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) faz, na tarde desta segunda-feira, 18, por volta das 16h, a reconstituição do crime no Condomínio Residencial Passaredo, localizado na Ponta Negra, zona Oeste.

Os suspeitos no assassinato, o sargento da Polícia Militar Eliseu da Paz de Souza, de 37 anos, lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus, Alejandro Molina Valeiko, de 29 anos, filho da primeira-dama do município Elizabeth Valeiko Ribeiro, Mayc Vinícius Teixeira Parede, de 37 anos, e Elielton Magno de Menezes Gomes Junior, de 22 anos, participam da reconstituição do crime.

Seguem presos por envolvimento na morte do engenheiro, o chefe de cozinha da primeira-dama Vittório Del Gato, de nacionalidade italiana e José Edvandro Martins de Souza Junior, de 31 anos.

O engenheiro foi encontrado morto com seis facadas pelo corpo e sinais de esganadura no início da tarde do dia 30 de setembro em um terreno baldio na Estrada do Tarumã, no bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus.

O delegado Paulo Martins, titular da DEHS, informou que a reconstituição do crime de Flávio é fundamental para conclusão do inquérito policial.

“O objetivo é reproduzir a cena do crime e aos detalhes colhidos em depoimento durante o inquérito policial. Eu não posso adiantar o andamento das investigações, mas essa reconstituição pode trazer algo novo para solucionar o caso”, disse o delegado Paulo Martins.

Faça um comentário