Jovem de 16 anos é encontrada morta, nua e com indícios de estupro
5 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Jovem de 16 anos é encontrada morta, nua e com indícios de estupro

A adolescente foi achada despida e com várias perfurações pelo corpo. Ela ainda tinha marcas no pescoço que sugerem estrangulamento

Jovem de 16 anos é encontrada morta, nua e com indícios de estupro
Roupa encontrada próximo ao corpo da menina (Reprodução)

Uma adolescente foi encontrada morta na manhã dessa sexta-feira, 31, em Água Azul do Norte, município do sudeste paraense. Além de ter sido assassinada, Amanda dos Reis Silva, de 16 anos, foi encontrada completamente despida, o que é considerado como indício de violência sexual.

Segundo o 87º Pelotão de Polícia Militar de Água Azul do Norte, o corpo estava em uma área de aterro, de difícil acesso, sendo encontrado por pessoas que caçam passarinhos por volta das 6h. Assim que o corpo foi achado, pessoas foram à delegacia e denunciaram o caso.

Veja também:

Cerca de 90 pessoas foram presas por estupro de vulnerável em 2019

Suspeito de estuprar e matar criança de 10 anos é linchado e esquartejado

Multidão tenta linchar casal suspeito de matar criança de 3 anos

A Polícia Civil foi ao local, acompanhada da perícia criminal de Marabá. Ainda na cena do crime, foi constatado que Amanda foi morta com várias facadas pelo corpo, e ainda tinha marcas no pescoço que sugerem estrangulamento. Totalmente nua, as roupas da jovem estava, espalhadas ao redor do corpo. A perícia colheu material e removeu o corpo para determinar se a adolescente foi estuprada.

A família da jovem foi até a delegacia de Xinguara, que é por onde se investiga o caso, para prestar depoimento. Segundo a Polícia, a jovem não morava mais com a família, mas com outras pessoas. Com base no relato de testemunhas, a Polícia acredita que ela saiu da casa onde morava para se encontrar com uma pessoa, mas não sobreviveu ao encontro.

Ainda nesta sexta-feira, um homem foi detido por tráfico de drogas e acabou por se tornar o principal suspeito do assassinato de Amanda, já que ele conhecia a vítima e foi visto com ela pouco depois dela sumir, na noite de quinta, 30. O caso segue sob investigação.

 

(*) Com informações do site O Liberal

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading