Namorado de grávida morta a facadas é procurado pela polícia

US - R$ 4,38

×

Namorado de grávida morta a facadas é procurado pela polícia

Jovem estava grávida de quatro meses. O corpo foi encontrado na tarde da última quinta-feira às margens de um igarapé

(Divulgação)

A Polícia Civil do Amazonas (PCAM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), está à procura de Roberto Marinho Brito, 26, suspeito do homicídio da namorada dele, Miriam Moraes da Cruz, 21, que estava grávida de quatro meses.

O mandado de prisão foi solicitado na última sexta-feira, 17. Segundo o delegado Charles Araújo, da DEHS, Roberto era namorado da vítima e o fato de Miriam estar grávida de quatro meses teria motivado o crime.

Na madrugada de quinta-feira, 16, Miriam havia saído com Roberto da residência onde morava no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus, e esta foi a última vez em que a mulher foi vista com vida.

“As investigações apontam que a motivação seria o fato da vítima estar grávida, ele não aceitava a gravidez, e por conta dessa discordância teria cometido esse fato. Chegamos à informação de que Roberto seria a última pessoa com quem ela teria estado. No primeiro momento mantivemos, inclusive, contato telefônico com o mesmo, e a partir daí ele permanece foragido”, disse o delegado.

O corpo de Miriam foi encontrado na tarde de quinta-feira com diversos golpes de faca pelo corpo, às margens de um igarapé no bairro Tancredo Neves, zona Leste.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima não teria sido morta no local. “Pelo que a gente tem de experiência, a vítima não foi morta ali, mas sim em outro local e deixada na margem do igarapé naquela posição, até mesmo para dificultar as investigações”, afirmou Charles Araújo.

Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Roberto, deve entrar em contato com as equipes da DEHS pelo número (92) 3636-2874, o disque-denúncia da unidade policial, ou pelo número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O delegado Charles Araújo destacou que a identidade dos informantes será mantida em sigilo.

(*) Com informações da assessoria

Faça um comentário