'Romário' é executado a tiros no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus - Amazonas1
2 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

‘Romário’ é executado a tiros no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus

'Romário' estava limpando uma piscina de plásticopara três crianças, ocasião em que cinco homens bateram na porta

‘Romário’ é executado a tiros no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus
Foto: Josemar Antunes / Portal AM1

Com cinco tiros, Magno dos Santos Ferreira, 27, conhecido como “Romário”, foi executado na tarde desta quinta-feira (29), dentro de casa na rua Natal, no bairro Compensa 2, na zona Oeste de Manaus. A vítima ainda tentou fugir dos assassinos.

Segundo informações da polícia, o crime ocorreu por volta das 17h. Magno estava limpando uma piscina de plásticopara três crianças, ocasião em que cinco homens bateram na porta. Ao atender, Magno foi surpreendido com tiros à queima-roupa.

Após o crime, os assassinos saíram correndo e entraram no beco da Paz, nas proximidades da residência de Magno. O grupo estava armado com facões, pistolas e escopeta. Eles foram apontados como membros do Comando Vermelho (CV).

Leia mais: Após praticar arrastões, homem é morto a tiros por ‘justiceiro’

Mesmo ferido, Magno ainda conseguiu subir uma escada e chegar até o piso superior. Ele caiu na cozinha e recebeu primeiros socorros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém, não resistiu aos ferimentos.

O crime mobilizou policiais militares da 8ª Companhia interativa Comunitária (Cicom), que isolou o cenário do fato. Apesar das buscas pela região, nenhum suspeito foi preso pela autoria do assassinato.

Conforme levantamento da polícia, Magno fazia parte da facção criminosa Família do Norte (FDN) e era sobrinho do traficante Cleucijone Pereira da Silva, o “Da Índia”, um dos coordenadores do tráfico de drogas no bairro Compensa e, que atualmente, é procurado pela Justiça do Amazonas.

No local de crime, os peritos criminais encontram estojos de pistola calibre 380 milímetros. A vítima foi atingida com cinco tiros, sendo dois na mão direita, um no pulso, um no tórax e outra nas costas.

O corpo foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML). A polícia trata o crime como briga entre facções criminosas que disputam o controle do tráfico na área. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading