A + A -

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

7 de abril de 2020
Site auditado pelo

Redes Sociais

[email protected]

Governo Bolsonaro rejeitou pedido da China para envio de máscaras contra coronavírus

O posicionamento foi definido pelo Ministério da Saúde

Governo Bolsonaro rejeitou pedido da China para envio de máscaras contra coronavírus

O governo brasileiro rejeitou um pedido da China, que havia solicitado o envio de máscaras para proteção contra o novo coronavírus. O posicionamento foi definido pelo Ministério da Saúde.

O argumento, segundo participantes da negociação, era de que o ministro da pasta, Luiz Mandetta, e sua equipe tinham receio de que o Brasil pudesse ficar sem máscaras suficientes, no caso de uma eventual epidemia no país. Essa preocupação foi discutida em reuniões entre representantes do Ministério da Saúde e das Relações Exteriores.

Na última sexta-feira, 21, uma remessa de máscaras enviada do Brasil chegou à China, mas a doação foi feita pela empresa Suzano, e não pelo governo brasileiro. O Itamaraty atuou no transporte do material.

Ontem, o governo confirmou o primeiro caso com teste positivo para o coronavírus no Brasil.

A coluna questionou o Ministério da Saúde sobre as razões que levaram o governo a rejeitar o pedido feito pelo governo chinês. Por meio de nota, a pasta informou que “o governo brasileiro está em constante diálogo com representantes da China”.Também afirmou que “o Ministério da Saúde ainda não encerrou o processo de aquisição dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) , como máscaras e luvas”.

*Com informações dO Globo

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias