Prefeito de Manacapuru vai gastar R$ 3,5 milhões com combustível

Em Manacapuru, o rio Solimões já ultrapassou os 20 metros. Com a cidade inundada, prefeitura vai gastar mais de R$ 3 milhões com combustível
Publicado em 11/05/2021 18:47
concurso Manacapuru
Manacapuru já ultrapassou a cota de inundação severa do Rio Solimões. Foto: Divulgação

MANAUS, AM – A Prefeitura de Manacapuru vai gastar cerca de R$ 3,5 milhões em combustível para lanchas, carros e lubrificantes para veículos. O valor foi publicado em extrato de termo de contrato no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, nesta terça-feira (11).  O prefeito Beto D’Ângelo (PROS), escolheu uma empresa de Manaus para fazer o serviço milionário.

De acordo com o termo, a empresa beneficiada pelo contrato é a Ômega Comércio de Derivados de Petróleo e Transporte Ltda. O nome é a razão social do Posto Ômega, localizado na rua Manoel Barroso, 3280, no bairro Liberdade, em Manacapuru.

Leia mais: Beto D’Ângelo destina R$ 146 mil para reformar estádio em Manacapuru

Ao todo, a prefeitura vai gastar um total de R$ 3.539.927,00 para os serviços. O contrato está em vigência desde o dia 28 de abril, mas o extrato do termo de contrato só foi publicado nesta terça.

Veja o extrato

Extrato mostra o valor que o município vai pagar em combustível. Foto: Reprodução/Diário Oficial dos Municípios

Cheia dos rios

Manacapuru é uma das cidades da calha do Médio Solimões que mais tem sido assoladas pela cheia dos rios da Amazônia. Dados do Serviço Geológico do Brasil mostram que o rio Solimões já chegou à marca de 20,37 metros, ultrapassando a cota de inundação severa. Desde abril de 2021, Manacapuru já está em situação de emergência pelo prazo de 90 dias.

Manacapuru
Prefeito Beto Dângelo (Republicanos) quer pagar R$ 3,5 milhões para posto em meio à cheia. Foto: Divulgação

A equipe de reportagem do Amazonas1 tentou contato com o prefeito de Manacapuru, Beto D’Ângelo (PROS), para obter um posicionamento sobre o assunto. No entanto, a assessoria da prefeitura informou que responderá a demanda apenas na quarta-feira (12), durante o horário comercial. O espaço segue aberto para acrescentar a resposta do prefeito ou de sua assessoria.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.