Subsecretário da Semsa pediu para ser exonerado, afirma prefeitura - Amazonas1
18 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Subsecretário da Semsa pediu para ser exonerado, afirma prefeitura

O anúncio da saída foi feito em um decreto assinado pelo prefeito David Almeida (Avante), nessa segunda-feira (1º)

Subsecretário da Semsa pediu para ser exonerado, afirma prefeitura
Foto: reprodução

A exoneração do subsecretário de Gestão da Saúde, Luis Cláudio de Lima Cruz, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), foi feita a pedido por motivos particulares. O anúncio da saída foi feito em um decreto assinado pelo prefeito David Almeida (Avante), nessa segunda-feira (1º).

“A Casa Civil do Município de Manaus informa que a exoneração do subsecretário Luis Cláudio de Lima Cruz, foi a pedido, justificado por razões pessoais”, diz a Prefeitura de Manaus, por meio de nota, enviada ao Portal AM1.

Segundo o texto, a publicação no Diário Oficial do Município (DOM) será retificada para incluir a informação “de que a exoneração foi a pedido do próprio profissional da área da Saúde.”

Luis Cláudio deixa cargo após tomar segunda dose da vacina contra covid-19, conforme mostra o site Imuniza Manaus. Ele que recebeu a 1ª dose no dia 19 de janeiro, aparece agora como tendo finalizado a imunização, nesta terça-feira (2).

Leia mais: Subsecretário da Semsa é exonerado após tomar 2ª dose da vacina contra covid-19

No mês passado, o então gestor foi alvo de pedido de afastamento por parte de órgãos de controle do estado devido o escândalo em relação a ‘fura-fila’ na vacinação de covid-19 em Manaus.

Além dele, a secretária de Saúde Shádia Fraxe e o secretário de Limpeza Pública (Semulsp), Sabá Reis foram incluídos nas representações junto ao Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) por também tomarem a 1º dose. Até agora, o sistema que permite acompanhar a vacinação na capital mostra que nenhum dos dois secretários recebeu a 2º dose.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]