Manaus, 13 de julho de 2024
×
Manaus, 13 de julho de 2024

Política

Tereza Cristina entra no jogo e poderá ser a escolhida de Bolsonaro

Tereza Cristina também estava escalada para ir à Rússia, mas teve que cancelar presença na comitiva por ter testado positivo para a covid-19

Tereza Cristina entra no jogo e poderá ser a escolhida de Bolsonaro

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

BRASÍLIA, DF – A deputada Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias – engenheira agrônoma, empresária e atualmente ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento cedeu e poderá ser mais uma a reforçar o time do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), nas eleições gerais deste ano.

Isso porque ela vinha se mantendo firme, porém tem seu nome cotado até pelo filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro, que já cogitou o nome da ministra como vice do presidente na corrida pela reeleição. Ele garante aos aliados de seu pai que Tereza Cristina é um bom nome, tem o carisma do empresariado envolvidos com o agronegócio e tem experiência política.

Bolsonaro ainda teima em preferir um militar como vice; o mais cotado é o general Braga Netto, ministro da Defesa.

A ministra da Agricultura também estava escalada para ir à Rússia, mas teve que cancelar presença na comitiva presidencial por ter testado positivo para a covid-19, nessa sexta-feira (11).

Leia mais: Apesar da tensão, Bolsonaro diz que irá à Rússia na próxima semana

Senado

Tereza Cristina teria uma eleição quase certa como senadora pelo Mato Grosso do Sul. Ela se elegeu pelo DEM, que se fundiu com o PSL para formar o União Brasil, o 34º partido brasileiro.

Mais nomes

Além de Tereza Cristina, Bolsonaro já apontou que ao menos 11 de seus ministros devem deixar os seus postos para concorrer nas eleições de 2022, porém já adiantou que os brasileiros só vão saber quando os mesmos forem exonerados e seus nomes divulgados no Diário Oficial da União.