Manaus, 21 de junho de 2024
×
Manaus, 21 de junho de 2024

Política

Tragédia de Capitólio: ‘lamentável desastre’, diz Bolsonaro sobre acidente

O acidente deixou ao menos sete mortos e outras três pessoas seguem desaparecidas até o momento, segundo informação divulgada pelo Corpo de Bombeiros

Tragédia de Capitólio: ‘lamentável desastre’, diz Bolsonaro sobre acidente

Foto: reprodução

BRASIL – O presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) lamentou o desabamento do bloco de rocha ocorrido nesse sábado (8) em Capitólio (MG), por meio de mensagem publicada nas redes sociais. O acidente deixou ao menos sete mortos e outras três pessoas seguem desaparecidas até o momento, segundo informação divulgada pelo Corpo de Bombeiros da região.

“Tão logo aconteceu o lamentável desastre em Capitólio/MG, a Marinha deslocou para a região equipe de socorro da Força. Desde então a Marinha do Brasil vem atuando no resgate de vítimas e transporte de feridos para a Santa Casa local”, disse o presidente Jair Bolsonaro, nas redes sociais.

O chefe do Executivo ressaltou ainda que “a Marinha do Brasil atua ao lado do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, bem como de outros órgãos oficiais e voluntários”.

Leia mais: VÍDEO: Momentos antes e durante a tragédia em Capitólio

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, prestou solidariedades às vítimas e familiares e definiu a imagem do descolamento da rocha como “forte e triste”.

“Meus sentimentos e solidariedade às vítimas e familiares da tragédia ocorrida hoje nos cânions do Lago de Furnas, em Capitólio/MG. Uma imagem forte e triste. Nossa confiança no trabalho das equipes da Marinha e dos Bombeiros. Que Deus ampare a todos”, disse Rodrigo Pacheco.

Leia mais: Tragédia em Capitólio: Saiba quem são as vítimas do acidente

Nas redes sociais, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, também lamentou o acidente e se solidarizou com as vítimas.

“Lamento profundamente o acidente ocorrido na região do Capitólio. Me solidarizo a todos os envolvidos nesta tragédia. Imediatamente, ao tomar conhecimento do acidente, falei com o comandante da Marinha, Almirante Garnier, e fui informado do pronto atendimento aos envolvidos”, disse o ministro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 27 vítimas foram atendidas e liberadas, sendo 23 na Santa Casa de Capitólio e quatro na Santa Casa de São José da Barra. Quatro seguem hospitalizadas: duas na Santa Casa de Piumhi (com fraturas expostas) e duas na Santa Casa de Passos, ambas com quadro de saúde estável.

As autoridades estimam que de 70 a 100 pessoas estavam no local, agora isolado e fechado. As pessoas resgatadas também foram encaminhadas para outras cidades próximas, como Passos (MG). A Marinha do Brasil informou que vai instaurar inquérito para “apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido”.

(*) Com informações do UOL

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter