MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Vamos trabalhar para a classificação’, diz Lana sobre fase no Estadual

Princesa do Solimões precisa vencer o São Raimundo com três gols de diferença no Estadual; caso contrário, estará fora do calendário nacional
• Publicado em 03 de maio de 2021 – 19:01
Estadual
Foto: João Normando/FAF

MANAUS, AM – O Estádio Carlos Zamith, em Manaus, foi palco da primeira derrota do Princesa do Solimões nesse domingo (2). O comandante da equipe, Aderbal Lana, viu o fim de sua invencibilidade após 10 jogos pelo Campeonato Amazonense. A partida contra o São Raimundo era o jogo de ida das semifinais do Estadual, e o saldo de 5×2 complica a cena do Tubarão na reta final.

No primeiro tempo, o Tubarão foi para os vestiários perdendo por 1 a 0. A equipe de Manacapuru tentou segurar no retorno, mas desandou na etapa final. Lana tentou mexer no time na segunda etapa, alterou o plano tático e buscou equilibrar a equipe, mas, em jogo truncado a defesa perdeu dois jogadores para lesões. Com o desfalque e a defesa vulnerável, o São Raimundo engatou 5 gols fora de casa.

Fase no estadual

“O último jogo evidentemente não foi aquilo que a gente esperava. No primeiro tempo não fizemos uma partida muito boa. No entanto, no segundo tempo, nossas substituições perderam o efeito com as lesões. A defesa ficou com dois laterais lesionados e o desfalque pesou. A partir daí tentamos administrar o placar da melhor maneira possível, mas levamos dois gols muito rápido e não conseguimos equilibrar a equipe”, declara o treinador.

Leia mais: Taison pode começar como titular no Inter contra o Olimpia

O resultado do Tufão, ainda como visitante, leva o time para uma certa tranquilidade no jogo de volta e em casa. Em Manacapuru, o elenco deve jogar com segurança no placar. Ainda assim, a palavra de Lana para o time é trabalho, e faz questão de dizer que “ainda temos 90 minutos”.

“Vamos trabalhar. Temos que jogar, afinal, ainda temos 90 minutos. É ter fé, trabalhar, procurar fazer aquilo que está dentro do nosso alcance e buscar resultado. Sofremos cinco gols. É uma vantagem elástica e sabemos que vamos ter dificuldade, mas é trabalhar, não dá para desanimar”, finaliza.

A missão do Tubarão, que terminou a primeira fase em terceiro lugar diante do São Raimundo, é vencer o jogo de volta por, no mínimo, três gols de diferença. O resultado seria um empate no placar agregado. Caso não consiga, vai dar adeus ao sonho de alcançar o calendário nacional em 2022. O segundo jogo acontece às 15h30 do próximo domingo (9), no estádio Gilbertão, em Manacapuru.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap