Vídeo: após morte de L7, PM do Amazonas lança Operação Inquietação e coloca efetivo nas ruas

Pronta resposta nas ruas
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 23/06/2022 21:10
Foto: Divulgação

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) deflagrou, nesta quinta-feira (23/06), a Operação Inquietação, mobilizando em torno de 320 policiais militares, que atuarão no combate à criminalidade nas mais diversas regiões de Manaus. A operação é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e visa promover e garantir máxima e efetiva segurança aos cidadãos, combater homicídios, roubos e tráfico de drogas, realizando saturação nos principais pontos da capital.

Conforme o chefe da operação e comandante do Policiamento Especializado (CPE), coronel PM Klinger Paiva, a ação cumpre a determinação do comandante geral da corporação, coronel Marcus Vinícius, de reforçar a segurança na capital, com emprego de militares do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), da tropa especializada, com o objetivo de garantir a integridade e segurança dos cidadãos.

A ação ocorre após a decapitação do filho de Zé Roberto da Compensa e uma onda de ameaças pelas redes sociais. Luciano da Silva Barbosa, vulgo ‘Luciano da Compensa’ ou ‘L7’, foi morto na madrugada desta quinta-feira (23), supostamente por membros da facção Comando Vermelho (CV).

Leia mais: Filho do Zé Roberto da Compensa, L7 é decapitado por 20 homens do CV

Foto: Divulgação/PC

“Estamos empregando nessa ação 320 policiais, 111 viaturas motorizadas de duas e quatro rodas, um helicóptero, além de todo o aparato técnico e operacional da instituição, com apoio dos demais órgãos e departamentos do sistema de segurança pública. Toda essa mobilização tem a finalidade de mantermos a ordem e a preservação do patrimônio público, promovendo efetiva e máxima segurança aos cidadãos da cidade de Manaus e seu entorno”, explicou o coronel Klinger.

Diversas ações estão acontecendo para prevenir e reprimir a criminalidade, dentre as quais, barreiras policiais e patrulhamentos intensivos e incursões, visando a interceptação de armas e drogas. A Polícia Militar pede a colaboração e compreensão de toda a população nas abordagens e, especialmente, que realize denúncias pelos canais de comunicação da instituição, nas redes sociais e, ainda, pelos números 181 e 190.

Também integram a Operação Inquietação, agentes da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA) e Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seai), órgãos vinculados à SSP-AM.

Dentre as tropas militares, estão mobilizadas as Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), Grupamento Rocam Motos, Batalhão de Força Tática, Batalhão de Choque, Companhia de Cães (CIP-Cães), Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer), Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), Cavalaria, além de todo o efetivo das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) que atuam na capital.

As ações fazem parte do programa Amazonas Mais Seguro, um trabalho integrado entre as forças de segurança do estado no combate à criminalidade.

(*) Com informações da assessoria

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS