MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Volta de Lula é menos traumática que reeleição de Bolsonaro’, destaca FHC

O ex-presidente ainda afirmou que é contra o impeachment de Bolsonaro, pois acredita que seja 'melhor' o atual presidente perder no voto
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 23 de agosto de 2021 – 09:20
Lula
(Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação)

SÃO PAULO, SP – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que a a volta de Lula no poder é “menos traumática” do que estender o mandato de Jair Bolsonaro. Ele ainda ressaltou que defende a terceira via, mas que em caso de escolha entre os dois políticos, Lula seria a melhor opção.

“No momento, eu penso que a [reeleição] de Lula é menos traumática para o Brasil, de forma direta. Isso não quer dizer que eu não queira uma via pelo PSDB. Claro que eu desejo. Mas uma coisa é você desejar e trabalhar neste sentido, e outra coisa é analisar a realidade. Assim, por ora, entre o ex-presidente e Bolsonaro, acredito que o Lula seja melhor”, comentou em entrevista ao jornal Correio Braziliense.

Tentando colocar na disputa um candidato do PSDB, FHC declarou apoio à pré-candidatura de João Doria, atual governador de São Paulo. Segundo ele, é importante o partido se firmar nas eleições. “Se depender de mim, é importante ter candidatura própria, é assim que os partidos se afirmam. Tem que ter uma liderança que afirme um sentimento que bata no coração das pessoas”, disse.

Leia mais: Doria multa Bolsonaro pela sexta vez por não usar máscara em SP

Fernando Henrique Cardoso ainda afirmou ser contra um processo de impeachment contra o presidente Bolsonaro, porém, ele disse que pode se tornar inevitável dependendo do comportamento do presidente. Ele também comentou que, se Bolsonaro se candidatar às eleições, é “melhor” que ele perca no voto.

“Eu preferia que não houvesse [impeachment]. É preferível que ele fique na presidência e perca no voto. Eu já participei de impeachments, é um processo traumático. Às vezes, você é levado à um impeachment pela ação da pessoa. Se o presidente Bolsonaro perceber que ele não deve transgredir certas regras, talvez seja melhor para o Brasil”, destacou.

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap