Wilson Périco deixa presidência do Cieam para concorrer nas eleições

Após 10 anos, o economista renunciou, de forma voluntária, à presidência do Cieam
Da Redação – Portal AM1
Publicado em 14/06/2022 15:13
Foto: Divulgação

Manaus – Com o intuito de concorrer às eleições de outubro, o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), o economista Wilson Périco, renunciou à presidência de forma voluntária, em decisão formalizada nessa segunda-feira (13). O agora ex-presidente do Cieam é filiado ao Avante e pretende concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Foram 10 anos à frente da instituição que deixou para tentar se eleger. A decisão ocorreu em reunião deliberativa extraordinária do Conselho Superior do Cieam, que decidiu, por unanimidade, em favor da decisão pessoal do presidente executivo da entidade.

Périco possui mais de 40 anos de experiência no setor industrial, e desde 2011, atua em defesa dos associados e dos princípios da economia baseada na Zona Franca de Manaus. O Cieam passa a ter como presidente interino Luiz Augusto Barreto Rocha, atualmente presidente do Conselho Superior do Cieam.

Leia mais: Bancada amazonense vota a favor do projeto que limita ICMS

Foto: Divulgação

Sobre o Cieam

O Centro da Indústria do Estado do Amazonas – Cieam – é uma entidade empresarial com personalidade jurídica, ligada ao setor industrial, que tem por objetivo atuar de maneira técnica e política em defesa de seus associados e dos princípios da economia baseada na Zona Franca de Manaus (ZFM).

Implementada pelo governo federal em 1967, com o objetivo de viabilizar uma base econômica no Amazonas e promover melhor integração produtiva e social entre todas as regiões do Brasil, a Zona Franca de Manaus é um modelo de desenvolvimento regional bem-sucedido que devolve aos cofres públicos mais da metade da riqueza que produz.

Atualmente, são 600 empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus, que geram mais de 500 mil empregos, diretos e indiretos, e garantem a preservação de 97% da cobertura florestal do Amazonas. Em 2021, movimentou cerca de R$ 158 bilhões.

(*) Com informações da assessoria

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS