MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Alta da gasolina em Manaus é discutida em Brasília

Preço da gasolina em Manaus está em mais de R$ 5,70; vereador diz que existe cartel, e deputado federal afirma que valor é inaceitável
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 15 de julho de 2021 – 17:08
gasolina
Foto: Márcio Silva/Portal AM1

MANAUS, AM – Os preços exorbitantes dos combustíveis em Manaus foram levados a Brasília, durante sessão da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (15). No início de julho, a gasolina era encontrada nos postos de Manaus a R$ 5,59, mas hoje, pode ser encontrada a R$ 5,79. Já o etanol, na maioria dos postos, pode ser encontrado a R$ 4,55.

De acordo com o deputado Sidney Leite (PSD-AM), o aumento é resultado de altos percentuais tributários cobrados sobre o valor da gasolina. Ele chama de “inaceitável” o valor que é pago pela população, fruto do reajuste feito pela Petrobras no início de julho.

“Nós precisamos mudar essa lógica porque o combustível afeta 100% da população, todos nós dependemos de transporte, todos nós dependemos de mobilidade, fora as pessoas que precisam de combustível. Seja um pequeno agricultor para cevar uma mandioca, seja pra quem desenvolve qualquer outra atividade”, disse.

Sidney Leite também chamou a atenção para o fato de postos de gasolina serem abertos quase todos os meses, mesmo o setor dizendo que tem dificuldades. “A gente sabe que para um posto ter viabilidade, ele precisa vender quantidade x, que não pode ser menos de 200 ou 300 mil litros. Então ou a margem de lucro está muito boa ou tem alguma coisa estranha que precisa ser explicada pelo Poder Público”, afirmou.

Leia mais: Rodrigo Guedes anuncia manifestação contra aumento simultâneo da gasolina

Protesto

Para protestar contra os altíssimos valores dos combustíveis, trabalhadores de serviços de transporte por aplicativos vão realizar manifestação no dia 29 de julho, ás 15h. A manifestação vai acontecer na avenida do Samba, no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste da capital.

De acordo com o vereador Rodrigo Guedes (PSC), que é um dos organizadores do protesto, o objetivo é lutar por preços mais justos nos combustíveis. Ele afirma que há um cartel da gasolina, e que a ação coordenada prejudica os consumidores.

“O mais inacreditável é os órgãos de competência criminal ainda não terem feito uma ação efetiva para combater isso. Como já disse também, há muito poder, dinheiro e influência no meio disso, é o mercado, entre todos, envolvendo as distribuidoras onde mais circula dinheiro. Isso afeta a todos, quem tem carro ou não, mas principalmente os profissionais do volante”, ressaltou o parlamentar.

(*) Com informações da assessoria.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap