Justiça reconduz Romeiro Mendonça à prefeitura de Presidente Figueiredo

US - R$ 4,16

×

Justiça reconduz Romeiro Mendonça à prefeitura de Presidente Figueiredo

Decisão é do vice-presidente e corregedor do TRE-AM, desembargador Jorge Lins

Romeiro Mendonça e Mário Abrahão (Divulgação)

Após exatos dez dias do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) manter a cassação do prefeito do município de Presidente Figueiredo, Romeiro Mendonça (PDT), e de seu vice, Mário Abrahão (PDT), o vice-presidente e Corregedor do TRE-AM, desembargador Jorge Manoel Lopes Lins, reconduziu, na manhã desta sexta-feira, 6, por meio de limitar de efeito suspensivo, os políticos aos seus cargos de gestores da cidade.

Eles haviam sido afastados da prefeitura figueirense no último dia 26 de novembro, depois depois de reunião plenária na Corte Eleitoral. Com a decisão, o presidente da Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, vereador Jonas Castro Ribeiro (PSB), tornou-se prefeito interino do município na manhã de quinta-feira, 28, e novas eleições estavam previstas para acontecer e eleger um novo gestor.

Veja também:

Por abuso de poder, prefeito e vice de Presidente Figueiredo são cassados

‘Lixão’ na selva mostra descaso da prefeitura de Presidente Figueiredo

Prefeitura de Presidente Figueiredo despeja esgoto no Urubuí

O magistrado considerou que a realização de novas eleições no município é um risco para o resultado do processo de cassação do prefeito e vice, “com indesejada alternância do Poder Executivo, causando prejuízo à continuidade dos planos do governo, à segurança jurídica e à paz social”, justiça o desembargador em sua decisão.

“Pelo exposto, concedo liminarmente efeito suspensivo ao Recurso Especial Eleitoral interposto por Romeiro José Costeira de Mendonça e Mário Jorge Bulbol Abrahão e determino a imediata recondução dos recorrentes aos cargos de prefeito e vice-prefeito de Presidente Figueiredo”, diz a decisão de Jorge Lins.

Veja o documento:

 

Faça um comentário