Manaus, 24 de junho de 2024
×
Manaus, 24 de junho de 2024

Cenário

Ao reunir com políticos, Silas Câmara visa expandir Republicanos para 2024

O deputado federal e presidente do Republicanos no Amazonas, Silas Câmara, se reuniu com lideranças políticas do interior para 'unir forças'.

Ao reunir com políticos, Silas Câmara visa expandir Republicanos para 2024

(Fotos: Reprodução/Instagram/Silas Câmara)

Manaus (AM) – Em busca de expandir o partido Republicanos nas eleições de 2024, o deputado federal e diretor estadual da sigla no Amazonas, Silas Câmara, se reuniu com lideranças políticas do interior do estado na sede da legenda na capital amazonense.

Nas eleições de 2020, o Republicanos chegou a eleger oito prefeitos nos municípios do Amazonas, entre eles: Régis Nazaré, Coari; Careiro Castanho, com Nathan Macena; Manacapuru, com Beto D’Ângelo; em Maraã, com Pr. Edir Castelo; Santo Antônio de Içá, Walder Costa; São Paulo de Olivença, representado por Nazareno Martins; São Sebastião de Uatumã, com Jander Barreto e Tonantins, com Francisco Sales.

No seu sétimo mandato consecutivo como deputado federal, Silas Câmara é um dos fortes nomes do partido brasileiro, sendo inclusive, o 3º secretário da bancada nacional da sigla.

Desta forma, com o clima de eleição se aproximando, Silas já visa expandir o número de prefeitos eleitos que alcançou em 2020.

Quem são as lideranças com que Silas se reuniu?

Entre as lideranças que o deputado federal se reuniu estavam: a ex-prefeita de Jutaí, Marlene Gonçalves; o ex-prefeito de Anamã, Jecimar Pinheiro e sua esposa Kátia Dantas; a vice-prefeita de Boca do Acre, Luciana Mello e o ex-vereador de Manaus, Amauri Colares.

O encontro foi publicado nas redes sociais do parlamentar e, segundo ele, o encontro foi para “fechar parcerias com lideranças e autoridades dos municípios”, já que “com a união se faz uma força maior para mudar a vida das pessoas”.

Marlene Gonçalves, ex-prefeita de Jutaí

Eleita em 2012, Marlene Gonçalves se tornou uma das políticas mais reprovadas em Jutaí, com seus escândalos na educação pública do município. Mesmo que tenha conseguido 52,78% dos votos válidos em 2012, Marlene não conseguiu se reeleger em 2016.

O Tribunal de Contas da União (TCU) chegou a condenar a ex-prefeita de Jutaí a devolver R$ 873,9 mil aos cofres públicos e a pagar multa de R$ 40 mil por ela não ter comprovado a regular aplicação de recursos repassados à prefeitura em 2016, pelo governo federal.

No final do seu mandato, em 2016, a casa da prefeita em Jutaí foi incendiada e destruída em um protesto feito pela população que reivindicava o pagamento de salários atrasados aos funcionários municipais.

Marlene foi eleita pelo MDB, no entanto, com a reunião na sede do Republicanos, espera-se que ela tente algo pela sigla. Nas pesquisas eleitorais feitas pelo Instituto Perspectiva Mercado e Opinião, a ex-prefeita não aparece entre os possíveis nomes para ocupar a vaga na Prefeitura Municipal.

Jecimar Pinheiro, ex-prefeito de Anamã e sua esposa, Kátia Dantas

Com mandato mais recente entre 2013 a 2016, o ex-prefeito de Anamã também se reuniu com Silas, mas o destaque para o encontro vai para a ex-primeira dama, Kátia Dantas, que na pesquisa eleitoral do Instituto Perspectiva Mercado e Opinião, aparece como uma das favoritas para as eleições de 2024.

Mesmo que Jecimar Pinheiro tenha se tornado presidente do diretório municipal do MDB, em Anamã, Kátia Dantas pode se filiar ao Republicanos para concorrer nas eleições municipais. Kátia é a segunda colocada, com 27,7%, atrás de Jéssica Conegundes, que lidera com 31,1%.

Luciana Mello, vice-prefeito de Boca do Acre

Luciana Mello deve ser a maior certeza de Silas Câmara para levar o partido ao sul do Amazonas. A atual vice-prefeita de Boca do Acre foi eleita pelo PSC em 2020, e é a candidata do atual prefeito Zeca Cruz (PSDB), já que está no seu segundo mandato e não pode se reeleger.

Luciana já cumpre várias atividades representando o atual prefeito Zeca Cruz e lidera as intenções de votos dos eleitores do município, segundo a Pesquisa Perspectiva Mercado e Opinião, com 24,1%.

Ex-vereador Amauri Colares

O republicano Amauri Colares já foi vereador de Manaus por cinco mandatos, sendo o seu último em entre 2019 e 2020, já que era suplente e tomou posse como vereador após João Luiz ter assumido o mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Em 2020, não se reelegeu e ficou como suplente, conseguindo apenas 4.334 votos. Amauri tem participado de eventos públicos com a presença de figuras importantes, como de deputados federais e do prefeito David Almeida (Avante).

A sua presença constante em eventos e sua reunião com Silas Câmara já pode indicar uma possível candidatura em 2024, em busca do seu sexto mandato.

LEIA MAIS: