MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Autores da ‘Lei das Sacolas’, Carrate e Fransuá recebem enxurrada de críticas nas redes sociais

Agora, o consumidor precisa comprar as sacolas no estabelecimento ou levar de casa
Hellen Miranda – Portal AM1
• Publicado em 04 de outubro de 2021 – 10:43
Foto: montagem Portal AM1

Manaus, AM – Desde a última sexta-feira (1º), entrou em vigor a Lei nº 485, que proíbe a distribuição de sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais de Manaus. A mudança não agradou os consumidores na capital, que agora terão que comprar as sacolas ou levar de casa. Com isso, a vereadora Gloria Carratte (PL), autora da proposta, vem sendo alvo de duras críticas nas redes sociais.

No Instagram, por exemplo, um usuário escreveu no perfil da parlamentar que considera “péssima essa lei” e que vem em um momento difícil da economia, na qual afeta, principalmente, as famílias mais pobres de Manaus.

Leia mais: Abolição de sacolas plásticas gratuitas divide opiniões entre consumidores em Manaus

“Tenha em mente que eu, minha família e amigos vamos nos lembrar negativamente da senhora nas próximas eleições. Espero que essa lei seja reajustada”, disse em um trecho do texto.

No Twitter, também houve várias publicações questionando a compra de sacolas com a logomarca do estabelecimento. Na maioria, os consumidores alegam que a lei municipal beneficiará apenas os empresários locais, já que eles cobram entre 0,10 e 0,30 centavos por algo que era “de graça”.

Leia mais:Condenada a devolver milhões aos cofres públicos, Glória Carratte distribui sopão em Manaus

“O meio ambiente seria beneficiado se a lei obrigasse o empresário a investir em sacolas biodegradáveis (…) agora deixar o pobre cada vez mais pobre, obrigando ele a pagar por sacolas é covardia”, reclamou um internauta.

Além de Gloria Carrate, o vereador Fransuá (PV) também foi lembrado em citações nas redes sociais. Ele também assina o Projeto de Lei, que segundo os autores, busca estimular os consumidores a utilizarem sacolas reutilizáveis visando reduzir o uso de plástico no município.

Confira alguns deles:

Venda proibida

O projeto de lei foi aprovado na Câmara Municipal de Manaus (CMM) com voto favorável de todos os parlamentares. Os únicos vereadores que se opuseram foram Willian Alemão (Cidadania) e Rodrigo Guedes (PSC). Este último, inclusive, anunciou que deverá apresentar um outro PL para proibir a venda das sacolas pelos estabelecimentos comerciais.

A informação também foi dada nas redes sociais neste fim de semana. Na publicação, Guedes lembra que votou contra a aprovação da proposta e questiona se a preocupação da Casa Legislativa é com a sustentabilidade ou com os empresários.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap