MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Barrado: Justiça manda suspender ‘puxadinho’ de R$ 32 milhões da CMM

Decisão atende pedido do vereador Amom Mandel (sem partido) e Rodrigo Guedes (PSC), que acionaram a Justiça nessa quinta-feira, contra a obra milionária
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 17 de setembro de 2021 – 16:13
Barrado: Justiça manda suspender ‘puxadinho’ de R$ 31 milhões da CMM
Foto: Reprodução

Manaus, AM – A construção do ‘puxadinho’ de R$ 31,9 milhões proposto pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante), foi barrada nesta sexta-feira (17), pelo juiz Marcelo da Costa Vieira. A decisão atende pedido do vereador Amom Mandel (sem partido) e Rodrigo Guedes (PSC), que acionaram a Justiça nessa quinta-feira (16).

Na decisão, o juiz afirma que os argumentos usados pelos parlamentares são suficientes para barrar a licitação.

“Assim, entendo que os autores lograram êxito em demonstrar, de forma suficiente para esta fase de cognição prévia do processo, quando ainda, logicamente, não se ouviram os argumentos contrários, o fumus boni iuris, haja vista os requisitos da licitação, os quais devem obedecer os princípios e preceitos legais, bem como o periculum in mora, uma vez que os atos públicos ora impugnados poderão provocar danos irreparáveis no caso da medida ser concedida somente ao final”, disse o magistrado em sua decisão.

Em caso de descumprimento, o juiz estipula multa de R$ 100 mil. “Sem prejuízo de responsabilidade penal, por crime de desobediência, em caso de descumprimento da medida liminar concedida, FIXO multa diária (artigo 461, parágrafo 5.o, do CPC) no importe de R$ 100.000,00 (cem mil reais), em caso de não observância desta decisão”, diz a decisão.

Leia mais: Guedes e Amom entregam ao MP ação pública contra puxadinho da CMM

Nas redes sociais, o vereador comemorou a decisão. “Conseguimos. Acabamos de barrar a construção do puxadinho da Câmara na Justiça, ao menos por enquanto. E vamos continuar lutando incessantemente”, escreveu no Twitter.

Rodrigo Guedes também comemorou e afirmou que a ‘batalha’ vai continuar até que a obra não aconteça. “Acabamos de conseguir uma decisão liminar que barra a construção do puxadinho de 32 milhões de reais da Câmara Municipal de Manaus. Estava fazendo história! História de ética e dignidade! Essa batalha vai continuar até conseguirmos que essa obra não aconteça!”

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap