MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Beto D’Ângelo pretende gastar R$ 2,3 milhões em manutenção de ar-condicionado

A sócia da empresa contratada para executar a manutenção nos aparelhos de ar-condicionado também fornece combustível à Prefeitura
Hellen Miranda – Portal AM1
• Publicado em 14 de julho de 2021 – 21:00
Beto D'Ângelo pretende gastar R$ 2,3 milhões em manutenção de ar-condicionado
Prefeito Beto D'angelo (Foto: Reprodução/Facebook)

MANACAPURU/AM- O prefeito de Manacapuru, Beto D’Ângelo (Republicanos), decidiu contratar uma empresa para a manutenção de aparelhos de ar-condicionado por mais de R$ 2,3 milhões. O serviço foi garantido por meio de Ata de Registro de Preço n° 023/2021 e a contratação é válida por 10 meses. Por mês, a prefeitura pretende desembolsar cerca de R$ 231 mil pelo trabalho.

Assinado por Beto D’Ângelo, o contrato milionário é datado de 17 de junho com o valor exato de R$ 2.316.870,00, conforme o extrato do termo de contrato n° 043/2021, divulgado no Diário Oficial da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), nesta quarta-feira (14).

De acordo com o documento, o objeto trata da “contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção de aparelhos de ar condicionado”, a fim de atender às necessidades da Secretaria Municipal de Governo de Manacapuru.

Faz-tudo

A empresa escolhida para receber essa bolada foi a Delta Comércio de Produtos Alimentícios, Serviços de Construção Eirelli, que possui mais de 90 atividades secundárias cadastradas, segundo a Receita Federal. Ou seja, é a famosa empresa “faz-tudo”, tendo com atividade principal o “comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns”. 

Inscrita no CNPJ 09.537.890/0001-40, ela tem nome fantasia de Delta Comércio e fica no bairro Liberdade, situado no próprio município. O site também mostra que a contratada possui capital social de R$ 500 mil, valor bem abaixo do que deverá ser pago pela Prefeitura de Manacapuru.

A proprietária é identificada como Jéssica de Oliveira Monteiro, a qual, curiosamente, também aparece como uma das donas do Posto Ômega, que garantiu um outro contrato no valor de 3,5 milhões com a gestão de Beto D’Ângelo para fornecer combustível.

Leia mais: Prefeito de Manacapuru vai gastar R$ 3,5 milhões com combustível

Conforme o documento, o contrato que tem vigência de 12 meses, a contar da data de assinatura, que ocorreu no dia 28 de abril, período em que o município figurava como um do mais atingido pela cheia deste ano no Amazonas. Na época, a estimativa da Defesa Civil do Município, pelo menos, 80 comunidades rurais foram atingidas em Manacapuru.

Contratos milionários

No último dia 8, o Portal Amazonas1 apontou que o prefeito de Manacapuru renovou dois contratos para aluguel de veículos para a administração municipal por R$ 3,6 milhões. Estes, que já são o quarto aditivo do contrato principal, firmado em 2017, estão custando, ao todo, mais de 17 milhões aos cofres públicos.

Leia mais: Manacapuru: contratos milionários com as mesmas empresas são renovados pelo prefeito desde 2017

Vale lembrar que, no fim do mês passado, Beto D’Ângelo desembolsou R$ 14 milhões apenas para a construção de um muro de contenção de erosão fluvial e recuperação de orla do município. O valor será pago a Antônio Carlos Goulart e Euraney da Silva Costa, donos da empresa contratada, a Costaplan Construções LTDA.

Leia mais: Beto D’Ângelo vai pagar R$ 14 milhões para construir um muro em Manacapuru

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap