Bolsonaro critica permanência de Marcelo Ramos na vice-presidência da Câmara: ‘a vaga pertence ao partido’

Segundo Bolsonaro, Ramos deveria perder o cargo, uma vez que mudando de partido ele deveria sair de sua função, pois a vaga pertence ao partido, conforme o regimento interno
Lays Silva- Redação AM1
Publicado em 13/05/2022 16:35

O presidente Jair Bolsonaro (PL) em transmissão ao vivo, nas redes sociais, na noite dessa quinta-feira (12/05), citou o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PSD-AM), que saiu do Partido Liberal e permaneceu com o cargo de vice-presidente da Câmara. 

Leia mais: Bolsonaro critica Moraes por dar liminar a favor da ZFM: ‘nossa proposta não ataca os empregos’

Segundo Bolsonaro, Ramos deveria perder o cargo, uma vez que mudando de partido ele deveria sair de sua função, a vaga pertence ao partido conforme o regimento interno, lembrou o presidente.

“Bem, o deputado que saiu entrou na Justiça e caiu nas mãos de quem? Alexandre de Moraes. E eu nunca vi uma interferência dessa forma junto ao Legislativo. Um absurdo”, declarou o presidente.”

Leia mais: Bolsonaro nega interferência das Forças Armadas nas eleições: ‘ninguém quer atacar a democracia’

Marcelo Ramos, que deixou o partido depois da filiação do presidente, respondeu a alfinetada em sua conta do twitter:

“Eu acordo todo dia pensando como ajudar o país a enfrentar a fome, o desemprego e a inflação que o governo oferece ao país. Ele, Bolsonaro, acorda e dorme todo dia pensando em mim e no cargo de vice da Câmara. Hoje, mais uma vez na tal live. Cada um com suas prioridades…”, rebateu 

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS