Bolsonaro recorre ao STF contra ato da CPI da Pandemia: ‘ilegal e arbitrária’

O mandado de segurança foi impetrado pela Advocacia-Geral da União (AGU) em nome do presidente da República, Bolsonaro
Publicado em 27/10/2021 18:30
Foto: Alan Santos/PR

São Paulo, SP- O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entrou com um mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) contra atos da CPI da Pandemia, cujo relatório final foi aprovado na terça-feira (26) e entregue nessa quarta-feira (27) ao procurador-geral da República, Augusto Aras, e à Corte; informações são da CNN.

Leia mais: Trump divulga mensagem de apoio a Bolsonaro: ‘nunca decepcionará o Brasil’

O mandado de segurança, impetrado pela Advocacia-Geral da União (AGU) em nome de Bolsonaro, pede que o STF entenda como “ilegal” e “arbitrária” a transferência do sigilo dos dados telemáticos do presidente — de abril de 2020 até o presente momento — à PGR e ao Supremo.

Além disso, a AGU também pede que seja considerada ilegal a solicitação feita pela CPI da suspensão de contas em redes sociais do presidente.

(*) Com informações da CNN Brasil

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS