Pressão popular dá certo e David Almeida cancela festão de Réveillon em Manaus

Publicado em 04/12/2021 20:41

MANAUS (AM) – Após ser pressionado por deputados e vereadores da oposição, o prefeito de Manaus, David Almeida, decidiu enfim, que a festa programada para acontecer na praia da Ponta Negra no dia 31 está cancelada. O anúncio foi feito pelo prefeito em suas redes sociais na tarde deste sábado (4).

Ao longo desta semana, pelo menos 21 capitais brasileiras cancelaram as festividades de Réveillon devido ao alerta da nova onda de contágio da variante africana, Ômicon. Segundo as autoridades de saúde, o Brasil possui cinco casos registrados da nova variante.

Leia mais: Já são 22 capitais com Réveillon cancelado: em Manaus, David desafia a ciência

Em Manaus, David estava resistente em cancelar a festividade que deveria desembolsar R$ 10 milhões para a realização e mais R$ 600 mil para pagar a apresentação do cantor sertanejo Luan Santana. Na última sexta-feira (4), o prefeito chegou a comparar outros eventos realizados na cidade, antes da ameaça da variante Ômicron, com o evento de fim de ano e questionou a imprensa se o contágio ocorre somente no fim do ano.

 “Em novembro, nós tivemos 21 dias sem nenhum sepultamento. Se a lógica vale para o réveillon, eu acho que é hoje ou amanhã que vai ter um show para 50 mil pessoas, ninguém fala. Semana passada teve show para 20 mil pessoas. Quer dizer que só pega covid se for no réveillon?”, disse.

Porém, o discurso do prefeito mudou na tarde deste sábado ao anunciar o cancelamento do Réveillon. Em um vídeo gravado em suas redes sociais o prefeito disse que sua maior preocupação é com a vida das pessoas.

“Quem fala mais alto é a ciência. A maior preocupação é com a vida das pessoas. Por isso, eu estou anunciando o cancelamento do Réveillon na Ponta Negra e o Réveillon Gospel”, disse David.

Confira o anúncio:

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS