MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Com nomeação de Maia, Doria quer aproximação com mercado financeiro

Governador de SP nomeou o ex-presidente da Câmara para coordenar área de projetos e ações estratégicas do governo de São Paulo
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 19 de agosto de 2021 – 18:57
Doria
Foto: Governo de São Paulo

SÃO PAULO, SP – Além de fechar uma frente ampla contra Jair Bolsonaro (sem partido), a nomeação de Rodrigo Maia (sem partido-RJ) para a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo deve reforçar o diálogo de João Doria (PSDB) com setores da economia, em especial com o mercado financeiro. O ex-presidente da Câmara dos Deputados foi anunciado nesta quinta-feira (19) como titular da pasta.

A iniciativa faz parte do projeto de Doria rumo à Presidência da República. De acordo com o governador, Maia tem capacidade para “dialogar com governos, sociedade civil e o setor produtivo”. No governo de São Paulo, o deputado vai responder pelas parcerias público-privadas e concessões.

Leia mais: Doria ironiza Bolsonaro com convite: ‘pode até vir de motocicleta, desde que vacinado’

O nome de Doria ainda é visto com ceticismo na disputa presidencial, principalmente no chamado “Condado da Faria Lima”. A região da avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo é conhecida por ser o “vale do Silício brasileiro”, concentrando grande parte das multinacionais com sede no país.

O governador de São Paulo disputa com Eduardo Leite (PSDB-RS) e Gilberto Kassab (PSD-SP) quem deve ser uma terceira via, alternativa a Jair Bolsonaro e Lula (PT). Desta forma, Maia serviria como um “embaixador” de Doria para uma agenda econômica liberal e com a visão do mercado financeiro, agradando principalmente ao “Condado”.

Time de peso

Maia, no entanto, não é o primeiro embaixador de Doria. O governador também conta com o ex-deputado federal e ex-governador Antônio Imbassahy (PSDB-BA) no seu time. Imbassahy foi ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer (MDB), ainda em 2017.

No Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, o fluminense nascido no Chile – brasileiro por ter sido registrado na embaixada – deve ocupar uma sala importante, entre dois pilares do governo Doria. Ele vai ficar entre o chefe da Casa Civil, Cauê Macris, e o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

(*) Com informações da CNN Brasil.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap