Manaus, 25 de maio de 2024
×
Manaus, 25 de maio de 2024

Cenário

CPI da Semcom: oposição pressiona e base quer prorrogar escolha de cargos para depois das eleições

Ao Portal AM1, William Alemão revelou que os vereadores da base do prefeito estão tentando ganhar tempo para não se indispor com o gestor municipal.

CPI da Semcom: oposição pressiona e base quer prorrogar escolha de cargos para depois das eleições

(Foto: Celso Maia/ Mauro Pereira)

Manaus (AM) – O vereador William Alemão (Cidadania) revelou ao Portal AM1, nesta quarta-feira (15), que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada na Câmara Municipal de Manaus (CMM), para investigar a Secretaria de Comunicação Municipal (Semcom), “continua em ponto-morto”.

Conforme o parlamentar, vereadores da base do prefeito David Almeida “estão atrasando” a nomeação dos parlamentares que devem atuar como presidente, vice-presidente e relator, eleitos pelo voto direto. Porém, a Casa não chega a um consenso. Ainda assim, a oposição já definiu três nomes para lhes representar, pois até o momento, é o que compete.

Ao Portal AM1, William Alemão explicou que a CPI precisa de sete membros, sendo que a base opositora só pode indicar três.

“Não é possível formar a comissão sem os demais quatro membros que devem ser indicados pelos vereadores de base do prefeito”, enfatiza. O impasse persiste, ainda, com a pressão da oposição aumentando e a base governista aparentemente “aliviada” em manter o silêncio sobre o assunto.

“A base do prefeito tem o poder de indicar diretamente quatro vereadores. Eles não estão fazendo nenhuma indicação. Então, aproveito esta oportunidade para cobrar o líder do prefeito na Casa, Eduardo Alfaia, para indicar os quatro nomes para compor a CPI. Assim, poderemos dar continuidade a essa composição, já que nossos três nomes estão definidos”, convocou Alemão.

Alemão, que faz oposição ao prefeito David Almeida (Avante), não quis revelar quem são os três vereadores escolhidos para compor a CPI.

Por outro lado, o líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Eduardo Alfaia (Avante), rebate a fala do vereador Alemão, e explica que “essa é uma decisão tomada pela liderança e pelos líderes partidários”. Segundo Alfaia, seus pares preferem adiar a CPI para depois das eleições, e assim “evitar questões políticas”.

“Esta será uma decisão da liderança, não exclusivamente da base. Todos os envolvidos definirão o curso do trabalho da CPI. Hoje, nossa posição na base, eu como líder da base do prefeito David, não vemos necessidade de abrir essa CPI devido ao processo eleitoral”, pontuou Alfaia.

 

Vale lembrar que a “CPI da Semcom ou CPI do Caixa 2” visa investigar as supostas irregularidades cometidas na Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) durante a gestão anterior, quando a secretaria estava sob o comando de Israel Conte.

Um vídeo amplamente divulgado nas redes sociais mostrou um homem recebendo uma sacola de dinheiro, em espécie, entregue na sede da secretaria. O homem dizia ser o motorista e funcionário de um proprietário de um veículo de comunicação. O dinheiro seria o pagamento ao portal de notícias que era pago para publicar matérias positivas sobre o gestor municipal.

 

LEIA MAIS: