MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

CPI vai investigar compras da vacina de Pfizer, destaca senador

A empresa fechou um contrato com o governo brasileiro de 100 milhões de doses
• Publicado em 09 de maio de 2021 – 12:42
(Foto: Agência Senado/ Jefferson Rudy)

BRASÍLIA, DF – O senador Otto Alencar (PSD), membro titular da CPI da Covid, afirmou que o Senado vai investigar a compra das doses da vacina de Pfizer. A empresa fechou um contrato com o governo brasileiro de 100 milhões de doses.

Em entrevista à CNN, o senador ainda destacou que as investigações devem evidenciar os erros cometidos pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus, e que com isso, possam salvar vidas. Mas, ele ressaltou que para isso, Bolsonaro deve mudar a postura.

“Não existe medicamento que possa prevenir uma virose a não ser a vacinação, não há outro caminho para isso. É preciso que o presidente deixe sua vaidade de lado, reconheça que errou. E eu estou falando até como médico, como alguém que está percebendo o que está se passando no meu país”, disse.

Leia mais: CPI da Covid ultrapassa marca de 100 requerimentos aprovados

Com isso, ele relatou na entrevista da importância do ex-ministro de Saúde, Eduardo Pazuello, comparecer na audiência da CPI. “Dizia Voltaire que homens erram e que os grandes homens assumem os seus erros e corrigem os seus erros”, contestou.

O membro da Comissão ainda contou que o ex-secretário-executivo do Ministério das Comunicações Fabio Wajngarten, deve ser um dos que irão prestar esclarecimentos.

No entanto, o ex-secretário irá debater sobre a compra das vacinas da Pfizer, que fecha um novo acordo com o governo brasileiro para mais 100 milhões de doses.

“Não me parece condizente, na estrutura organizacional do estado brasileiro, que o secretário de Comunicação se envolva na compra de vacina”, pontuou Alencar.

A audiência de Wajngarten acontece na próxima quarta-feira (12).

(*) Com informações da CNN

 

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap