MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Crematório de filho de Sidney Leite é denunciado ao MP

O MP vai investigar possíveis irregularidades na construção do local. Na Transparência, não há registro de contato para realização do serviço
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 17 de setembro de 2021 – 14:36
Crematório de filho de Sidney Leite é denunciado ao MPAM
Foto: Reprodução

MANAUS, AM – A Prefeitura de Manaus, comandada pelo prefeito David Almeida (Avante), vai ter que responder por meio do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM) pela liberação para construção e funcionamento do crematório na cidade de Manaus.

A denúncia foi encaminhada ao MP pelo Sindicato das Empresas Funerárias, Administradora de Planos de Assistência Funerária, Clínica de Tanatopraxia e Cemitérios Particulares do Município de Manaus (SEFACECOAM), o qual afirma que o crematório foi construído de forma irregular na Rua Esus O, S/N, Tarumã-Açu.

Segundo o MP, já havia anteriormente uma solicitação de envio de documentos feita ao Implurb, que não enviou as informações, daí a instauração do procedimento de inquérito civil.

“CONSIDERANDO que até o presente momento não houve resposta por parte do IMPLURB para o pedido de informações feito pelo Ministério Público do Estado do Amazonas”.

Leia mais: David gasta R$ 8,2 milhões em covas e joga dinheiro fora por apostar em mortes

Ainda segundo a denúncia, a empresa responsável pelo crematório é a Amazon RC Serviço de Crematório LTDA, representada pelos sócios Ciro Melo Leite e Renato Gomes Pereira Filho. A sede da empresa está localizada no mesmo local onde o crematório foi construído e tem um capital social de R$ 3.500,000,00 (três milhões e quinhentos mil reais).

De acordo com apuração do Portal AM1, o empresário e médico Ciro Leite é filho do deputado federal Sidney Leite (PSD), que, por sinal, vem analisando a gestão de David Almeida como excelente em entrevistas pela cidade de Manaus.

CREMATÓRIO - LEITE

Leia mais: David Almeida compra R$ 10 milhões em covas verticais sem licitação

Concessão

A Lei n.º 1273, de 20 de agosto de 2008, que dispõe sobre os serviços de cemitérios no município de Manaus, serviços funerários, cremação de cadáveres e incineração de restos mortais devem ser regidos pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) ou por terceiros, desde que a concessão seja feita por meio de licitação e permanentemente receberão fiscalização do Executivo Municipal.

Mesmo sendo um serviço concedido, a empresa que construiu o crematório em questão, a Amazon RC Serviço de Crematório LTDA , não possui contrato cadastrado no Portal da Transparência da prefeitura, bem como não há registro de anúncio de licitação, chamando as empresas para participarem de certame para fornecer serviços de crematório.

CREMATÓRIO - LICITAÇÃO

Recentemente, David Almeida esteve visitando o local e, inclusive, falou em firmar parceria com a empresa de Ciro Leite, para que a empresa faça serviços de cremação de animais, além de desenvolver um aplicativo para que haja uma destinação aos bichos, sem que haja poluição das águas dos rios e igarapés da cidade.

Serviço de cremação

No ano passado, esse serviço custou aos cofres públicos o valor de R$ 1.260.000,00 (um milhão, duzentos e sessenta mil reais), contrato este realizado com outra empresa e encerrado em abril de 2021. Porém, ainda não há informações da nova contratação com a Amazon RC Serviço de Crematório LTDA, de Ciro Leite.

CREMATÓRIO

Sem licitação

Esse não foi o único serviço funerário liberado sem licitação pela Prefeitura de Manaus. Logo no início da gestão, David Almeida também contratou R$ 10,9 milhões para a confecção de covas verticais no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. À época, já havia passado a segunda onda da covid-19 e as covas encontravam-se sem utilização, conforme constatou a reportagem do AM1.

CREMATÓRIO - COVAS VERTICAIS
Construção das covas verticais – Arquivo/AM1

Sem retorno

A equipe de reportagem tentou contato com o Implurb para pedir explicações de como foi o procedimento para a construção e liberação para funcionamento do crematório, que pertence ao filho do deputado federal Sidney Leite. Até a publicação do conteúdo, entretanto, não houve retorno da instituição; espaço fica aberto para esclarecimentos.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap