Desembargador Wellington Araújo é o novo presidente do TRE-AM - Amazonas1
19 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Desembargador Wellington Araújo é o novo presidente do TRE-AM

Ele toma posse, nesta quinta-feira (8), em Sessão Plenária virtual, que será transmitida pelo canal do TRE-AM no YouTube, a partir das 10h (horário de Manaus)

Desembargador Wellington Araújo é o novo presidente do TRE-AM
Foto: Divulgação/ TJAM

MANAUS/AM – Nesta quarta-feira (7), o desembargador Wellington José de Araújo foi eleito por aclamação o novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O magistrado assumiu a vaga como membro da Corte Eleitoral deixada pelo desembargador Aristóteles Lima Thury, morto em fevereiro deste ano vítima da covid-19.

No último dia 30 de março, o Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) definiu com 17 votos a favor o nome do desembargador Wellington para cumprir o biênio iniciado por Thury, que encerra no dia 7 de maio de 2022. Hoje, ele também foi eleito presidente do Tribunal.

Segundo o regimento interno do Tribunal, o vice-presidente do TRE-AM, desembargador Jorge Lins sendo o desembargador mais antigo deveria ter o nome submetido para assumir a presidência no lugar de Thury. No entanto, ele renunciou à candidatura.

Leia mais: TJAM lança edital para vaga de desembargador após morte de Aristóteles Thury

“Na qualidade de desembargador mais antigo, apresento neste momento minha renúncia à minha candidatura a presidente deste tribunal, reafirmando meu propósito de permanecer no cargo de vice-presidente e corregedor regional eleitoral para o qual fui eleito e encontro-me no exercício”, disse Lins proclamando o resultado das eleições.

A posse do novo presidente do Tribunal será nesta quinta-feira (8), em Sessão Plenária virtual, que será transmitida pelo canal do TRE-AM no YouTube, a partir das 10h (horário de Manaus).

Empossada

Nesta semana, um outra vaga foi preenchida no Tribunal de Justiça do Amazonas. Vânia Marques foi empossada como desembargadora do órgão, no lugar do desembargador Djalma Martins, que se aposentou no dia 23 de fevereiro, e faleceu de covid-19 no dia 1º de abril.

A magistrada foi a escolhida pelo governador Wilson Lima (PSC) entre os nomes que constavam na listra tríplice definida pelo TJAM.

Leia mais: Vânia Marques é empossada desembargadora no TJAM

 

(*) Com informações da assessoria 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]