Filiação de Damares e Tarcísio ao Republicanos conta com presença de Bolsonaro

A ida dos ministros configura uma aliança eleitoral entre Bolsonaro e mais um partido do centrão para as disputas de outubro deste ano
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 28/03/2022 12:53
Foto: Divulgação| Montagem

O evento de filiação dos ministros Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) ao Republicanos, na noite desta segunda-feira (28), em Brasília, tem presença confirmada do presidente Jair Bolsonaro.

A participação de Bolsonaro, segundo aliados, será um aceno de que ele espera contar com o apoio formal do partido a sua reeleição ao Palácio do Planalto. Antes de Damares e Tarcísio decidirem se filiar à sigla, o Republicanos cogitava liberar seus filiados na disputa presidencial.

A presença de Bolsonaro será ainda mais simbólica, após o presidente e quase todos os ministros (com exceção de Onyx Lorenzoni, do Trabalho e Previdência) não comparecerem à filiação do vice-presidente Hamilton Mourão ao Republicanos no dia 16 de março.

A filiação de Damares e Tarcísio acontecerá no Centro Internacional de Convenções Brasil (CICB), na capital federal. É o mesmo local onde Bolsonaro realizou o lançamento de sua pré-campanha à reeleição à Presidência na manhã.

A ida dos dois ministros para o Republicanos é vista internamente como uma reaproximação de Bolsonaro com a sigla. Embora seja base de sustentação do governo no Congresso atualmente, a legenda comandada pelo deputado Marcos Pereira vinha dando sinais de afastamento do presidente.

Tarcísio deixará o ministério para concorrer ao governo de São Paulo, enquanto Damares ainda não possui cargo ou Estado definidos, mas tudo indica que seguirá para o Senado. 

Damares, cogitava sair como senadora pelo PL no Amapá, mas enfrentou resistências devido à influência do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) no estado. O ex-presidente do Senado é favorito a conquistar a única vaga em jogo este ano.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS