Arthur Neto assina empréstimo para investir em 141 obras na cidade

US - R$ 4,19

×

Arthur Neto assina empréstimo para investir em 141 obras na cidade

Financiamento será dividido em três partes iguais e a primeira parcela será repassada em novembro deste ano

Assinatura do financiamento foi feito nesta sexta-feira, 18, na sede da prefeitura (Foto: Carlos Bolívar/Amazonas1))

Para executar o pacote de obras integradas em homenagem aos 350 anos de Manaus, o prefeito Arthur Neto (PSDB), assinou na tarde desta sexta-feira, 18, um contrato de financiamento no valor de R$ 350 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF). Ao todo são 141 obras, que serão executadas em toda cidade e com previsão de entrega até setembro de 2020.

O financiamento será dividido em três partes iguais, e a CEF repassará a primeira parcela à prefeitura em novembro deste ano. Esses valores serão aplicados em obras já licitadas, como de 21 escolas, revitalização de praças, prédios históricos, terminais de ônibus e aquisição de equipamentos tecnológicos para a rede municipal de ensino.

“A gente tem pensado muito no futuro da cidade, e eu pretendia fazer uma divisão entre esse ano e ano que vem para concluir as obras de reconstrução da infraestrutura, mas graças a Deus, a Caixa abriu esse financiamento de R$ 350 milhões e isso vai servir para fazer muita obra boa e transformadora para a cidade, entra as infinidades de obras que temos e a conclusão antes do término do meu mandato”, disse o prefeito, agradecendo a parceria da CEF com a Prefeitura de Manaus.

Integrando o pacote do Programa de Revitalização Urbana e Viária (Requalifica), a novidade que esse acordado trás é a construção do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), que reunirá o Serviço Móvel de Atendimento e Urgência (Samu), Defesa Civil, entre outros órgãos integrados para o monitoramento de urgências.

A assinatura do contrato será por meio de linha de crédito do Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (Finisa), destinados ao Fortalecimento Municipal do Desenvolvimento Urbano (FMDU), e a implementação de infraestrutura de tecnologia da informação do município. 

 

Faça um comentário