US - R$ 3,76

×

Suspeito de matar sargento da PM se entrega e leva uma Bíblia

Joelson Ferreira Soares, 21, se entregou na madrugada deste domingo (23/06) na Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS). A polícia continua em busca dos outros dois.

Joelson Ferreira Soares, 21, um dos suspeitos de matar o sargento reformado da Polícia Militar (PM), Luiz Carlos da Silva Costa, 56, se entregou na madrugada deste domingo (23/06), na Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), na Zona Leste de Manaus. Uma coisa chamou a atenção dos policiais que receberam o suspeito: ele chegou à delegacia com uma bíblia debaixo do braço. O suspeito assinou um mandado de prisão e ficou detido para aguardar procedimentos legais.

Os demais envolvidos no crime, Marcley Moraes de Souza e Charles Sanches Morais, ainda continuam sendo procurados pela polícia, ambos com mandado de prisão preventiva.

Os suspeitos de matarem o sargento da Polícia Militar tiveram a prisão preventiva decretada no sábado (22/06) pela juíza Luciana da Eira Nasser, do plantão criminal.

A decisão foi proferida com base em um pedido da Policia Civil do Amazonas. O Ministério Público do Amazonas manifestou-se favorável pela decretação da prisão preventiva dos três envolvidos no crime. O parecer do MPAM foi aceito pela juíza plantonista. No parecer, o promotor de Justiça ressalta que, além dos indícios suficientes de autoria e materialidade do delito, é real e iminente a possibilidade de fuga dos suspeitos. E ainda, que os três indivíduos já respondem a outros processos em liberdade e, mesmo assim, voltaram a praticar crime de natureza gravíssima, demonstrando o “desprezo pela vida alheia”. O representante do MP alega, também, que outra medida cautelar aplicada diversa da prisão preventiva, não se mostra suficiente para que não voltem a incorrer em novo delito.

Faça um comentário