Manaus, 22 de abril de 2024
×
Manaus, 22 de abril de 2024

Brasil

‘Não tomei vacina’: Bolsonaro nega adulteração em cartão de vacina

Operação da PF investiga a inserção de dados falsos de vacinação contra a covid-19 nos sistemas do Ministério da Saúde

‘Não tomei vacina’: Bolsonaro nega adulteração em cartão de vacina

Ex-presidente Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Brasília (DF) – O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira (3) que nunca disse que tomou a vacina contra a Covid-19. A afirmação foi durante a saída de Bolsonaro, durante a operação da Polícia Federal, que cumpre mandado de busca e apreensão. Os agentes também recolheram os celulares do ex-presidente.

“Nunca falei que tomei a vacina [de covid-19]. Nunca me foi pedido cartão de vacinação nos EUA”, disse o ex-presidente ao deixar sua residência, acompanhado de seus advogados de defesa.

Estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão preventiva em Brasília e no Rio de Janeiro.

Entre os seis detidos, nesta manhã, está o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro. A informação foi confirmada pela defesa do ex-assessor.

Por meio de nota, a corporação informou que também está sendo feita análise do material apreendido durante as buscas e a realização de oitivas de pessoas que detenham informações sobre o caso.  

“As inserções falsas, que ocorreram entre novembro de 2021 e dezembro de 2022, tiveram como consequência a alteração da verdade sobre fato juridicamente relevante, qual seja, a condição de imunizado contra a covid-19 dos beneficiários”, destacou a PF.

(*) Com informações da Agência Brasil

LEIA MAIS: